quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

É menino ou menina?



Ansiedade é natural do ser humano. Quando se trata de gravidez, este sentimento triplica, principalmente no primeiro trimestre, até a 14ª semana, aproximadamente, quando já é possível visualizar o sexo do bebê por ultrassom, a forma mais tradicional.

Enquanto a maioria que me rodeia está se corroendo de ansiedade, eu começo a acreditar na minha psicóloga, que já me disse pelo menos três vezes: Deborah, você não é ansiosa, o seu mundo que é! Rs...

Digo isso, porque, desta vez, eu definitivamente não tenho preferência alguma. Afinal, de um lado bate a curiosidade de conhecer o mundo “cor de rosa”, e do outro, eu AMEI ser mãe de menino. Então estou completamente tranquila para descobrir na hora certa do ultrassom.

Mas, voltando à história da ansiedade, há um universo de meios para descobrir o sexo do bebê. E esse mundo vai desde os meios mais certos que a ciência oferece, até as diversas supertições, que eu acho até engraçadas.

ULTRASSONOGRAFIA

A partir da 13ª semana já é possível, mas ainda é cedo para ser preciso. A qualidade do aparelho, experiência do profissional ou posição do bebê influenciam muito a análise. Para ser mais garantido, o ideal é confirmar a partir da 16ª semana. Mas quem nunca ouviu algum caso que os pais foram surpreendidos na hora do nascimento do bebê? A ultrassonografia tem uma margem de erro de 10% ou mais.

SEXAGEM FETAL

Para as mamães ansiosas de plantão, a melhor opção é a técnica conhecida como sexagem fetal. A partir da 8ª semana, a gestante pode fazer um exame de sangue para descobrir o sexo do bebê. Ou seja, EU já posso fazer! O método faz a contagem de cromossomos, com o DNA do feto presente no sangue da mãe. A mulher carrega em seu DNA dois cromossomos X, sendo assim XX. Já o homem carrega dois cromossomos também, porém um X e outro Y, sendo XY. Se no resultado do exame constar a existência, no sangue da mamãe, de cromossomo Y; quer dizer que ela está esperando um menino. Entre as minhas pesquisas, deparei-me com uma curiosidade interessante, este exame não detecta gravidez, assim, se uma mulher que não estiver grávida fizer o teste, este apontará resultado de menina, pois apenas identificará a ausência de DNA masculino. Este método é o mais eficaz, mas pode dar erro caso a mãe já tenha recebido transfusão de sangue ou transplantado um órgão de homem. O exame ainda é muito caro, custa em média R$400,00, não tem cobertura de planos de saúde e o resultado demora em aproximadamente 10 dias.

TESTE DE URINA

Eu mesma não conhecia esse método, descobri ao pesquisar sobre o assunto. O teste de urina pode ser feito na 10ª semana de gestação e é semelhante ao teste de gravidez de farmácia, com o mesmo procedimento. A diferença é que os hormônios presentes na urina vão reagir com os elementos químicos do teste. O resultado é definido pela alteração de cor da urina, laranja para menina e verde para menino. O índice de acerto vai de 80% a 90%. Como não é muito comum, o custo acaba sendo, na faixa de R$300,00, mas não é encontrado qualquer farmácia.

MAPA DE FERTILIZAÇÃO

Pelo mapa de fertilização da mãe, também é possível ter uma noção do sexo do bebê. Quem me apresentou este método foi a mamãe do momento, minha amiga Jalis, a mãe da Maria Clara. Adoro trocar figurinhas com ela!

Funciona da seguinte forma: a cada ciclo menstrual, a ovulação ocorre apenas em um dia. Enquanto o óvulo dura um dia, os espermatozoides podem chegar a sobreviver entre dois e três dias depois de serem ejaculados. Então, caso a concepção do bebê tenha acontecido dois dias antes da ovulação, as chances de ser menina são grandes, já que nestes dias as secreções são mais ácidas e favorecem os cromossomos X que, ainda por cima têm maior longevidade. Se a fecundação ocorrer no mesmo dia da ovulação ou um dia depois, é muito provável que o bebê seja um menino.

Para entender melhor, a minha concepção foi no dia 19 de dezembro. A minha ovulação ocorreu no dia 22, três dias depois. Então, seguindo a linha do raciocínio, há indícios que eu esteja esperando uma menininha.



CALCULADORA DO SEXO DO BEBÊ


E o que a matemática não consegue explicar? Pode acreditar, algum nerd da vida inventou um calculo para descobrir o sexo do bebê. A equação é fácil, basta somar três numeres: o número que represente o mês da fecundação, mais a idade completa da mãe no ato da concepção e mais o número 9, que não varia nunca. Se a soma for ímpar, diz a lenda que vai ser menino, se for par, será menina.

Vamos ao meu exemplo:
Mês da concepção = 12 (dezembro)
Idade da mãe = 27
Número invariável = 9

12 + 27 + 9 = 48

Deu PAR, mais uma teoria que diz que espero uma menina.

Fiz o teste com a minha primeira gravidez e bateu:

Mês da concepção = 6 (junho)
Idade da mãe = 24
Número invariável = 9

6 + 24 + 9 = 25 -> IMPAR – Davi!

TABELA CHINESA

A tabela é conhecida há mais de 100 anos e foi descoberta na China. É baseada pela idade da mãe e o mês em que o bebê foi concebido, para saber o sexo da criança. A lenda diz que esta tabela foi enterrada na tumba de uma família real chinesa, há mais de 700 anos, e segundo o Instituto de Ciência de Pequim, se for bem usada, tem uma probabilidade de acerto de 99% dos casos. Para calcular, deve considerar os seguintes dados: se a mãe nasceu em qualquer mês, menos Janeiro e Fevereiro, deve somar a idade mais 1. Essa soma resulta no valor da idade lunar utilizada no teste.

Segue o meu exemplo:

Como eu nasci em abril de 1986, a minha idade é 27 e a minha idade lunar é 27 +1 = 28
O valor da soma eu traço na tabela com o mês da fertilização.


28 + Dezembro = ROSA
Mais uma vez deu menina!

Na gravidez do Davi:
24 + 1 = 25
25 + junho = AZUL


SUPERSTIÇÕES

Para as supersticiosas, conheço dois testes, o da agulha e o dos talheres.

Agulha: coloque uma linha na agulha e peça para alguém segurá-la acima da palma de sua mão, de forma que só a ponta da agulha encoste em você. Depois, a pessoa deve erguer a agulha para que a ponta fique mais ou menos um milímetro acima da palma da sua mão. Se agulha se movimentar em
círculo é menina, se ela balançar pra frente e para traz é menino. Esta brincadeira, além de prever sexo do bebê, dá para saber também quantos filhos você terá com o seu parceiro. O número de filhos é definido até a agulha ficar parada e dizem que os resultados entre o casal são idênticos.

A minha madrinha já fez esse teste comigo e com o Fábio. O resultado foi: primeiro um menino (Davi), depois uma menina e parou por aí. Ou seja, mais uma indicação que estou esperando uma menina.

Teste da colher e do garfo: alguém deve esconder uma colher e um garfo embaixo de um travesseiro. Então, a pessoa te chama e você deve escolher onde sentar. Se escolher onde estiver a colher, será menina, e onde estiver o garfo, será menino.

Este teste eu ainda não fiz, mas as minhas amigas já me intimaram! Kkkkkkkkkkkk...

Além de todas essas brincadeiras, TODOS os palpites que eu recebo são: É MENINA! Com exceção do pai, que jura que teremos um “Fábio Jr.”. Oh, dó!

Estou começando a acreditar... Mas ainda assim, prefiro não opinar! Rs...

CURIOSIDADE: 8ª semana – O coração do bebê, que já tem quatro cavidades, pulsa  por volta de 150 batidas por minuto (o dobro do de um adulto em repouso). O bebê já tem um rostinho e os traços estão mais nítidos, com duas saliências no local dos olhos, uma abertura onde será a boca e duas covinhas para as futuras orelhas.

Para aliviar o cansaço típico do início da gravidez, repouse sempre que possível. Um cochilo depois do almoço ajuda a renovar as energias. Se achar necessário, durma algumas horas a mais por noite. (Fonte: Crescer)

7 comentários on "É menino ou menina?"

Fabiana Andrade on 6 de fevereiro de 2014 09:48 disse...

É menina! Ponto! Rs :*

Cinzia on 6 de fevereiro de 2014 10:25 disse...

Amiga linda, será lindo demais sendo menina ou menino.
O importante é que virá com muita saúde e que será muito amado (a), já é!!!!!!!!!!!
:)
S2

Danielle Ribeiro on 6 de fevereiro de 2014 10:49 disse...

Que máximo esse post! Nunca imaginei que existiam tantas formas de se descobrir o sexo do bebê! E essas superstições são muito engraçadas! Fora os que dizem do formato da barriga né! Vou com a maioria e meu palpite é que vem aí uma menininha!! =)

Deborah Souza on 13 de fevereiro de 2014 21:43 disse...

Tenho medo dessas "certezas"! kkkkkkkkkkkk...

Deborah Souza on 13 de fevereiro de 2014 21:43 disse...

Com certeza, amiga!
Obrigada!
Bjão!

Deborah Souza on 13 de fevereiro de 2014 21:44 disse...

É mesmo, amiga, eu esqueci da história do formato da barriga! kkkkkkkkkkkkkkkk...
Comédia demais!
Bjão!

Cintia on 13 de fevereiro de 2014 23:43 disse...

Bom... apesar de não ter preferência, pq vou mimar muiiiitttooo de todo jeito, meu palpite tb é uma menina. Rsrsrs

Postar um comentário

Gostou da publicação? Contribua ao blog com comentário, sugestões, críticas e/ou compartilhe a sua experiência.

ATENÇÃO: Caso dê problema para digitar o código do blog ao tentar postar um comentário, use a tecla TAB para abrir o espaço para digitar.

Obrigada!

 

Minha Vida em Semanas... Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez