sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Acabou...

4 comentários
Um ano maravilhoso, o qual ganhei o presente mais abençoado. Foram 365 dias dos quais me dividi entre sorrisos, lágrimas, orações, aprendizados... Emocionei-me com mini corações fortes que me ensinaram a dar mais valor a vida. Foi o ano que iniciei mais ansiosa de todos. E tudo pela chegada do meu pequeno grande guerreiro. É 2011, você valeu a pena! Obrigada por tantas coisas boas.

E que 2012 seja ainda melhor para todos nós!

Os meus votos são:

Bjãozão!!!

CURIOSIDADE: O bebê de 9 meses, 2ª semana – O bebê está bem mais apegado a você? Deve ser uma crise de ansiedade da separação, bastante comum nesta idade. No fundo, é bom sinal, porque mostra que a criança já consegue distinguir entre o que conhece bem e o desconhecido. Tenha paciência, pois aos poucos ele vai voltar a ser sociável e simpático com os outros. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Surpresas de Natal

3 comentários
Nossa, gente, fim de ano é sempre uma correria louca, né? Desta vez fiquei em falta com vocês. Mil desculpas pelas duas últimas semanas sem atualizar.

Enfim, chegou o Natal e as minhas surpresas natalinas se anteciparam. A primeira foi o Davi esboçando a palavra MAMÃE. O meu marido presenciou a primeira vez que aconteceu, mas não quer dar o braço a torcer nem a pau. Outras pessoas já ouviram também e concordam comigo. Mas nesta semana, foi muito mais nítido. Desta vez ele não estava chorando, estava brincando comigo e soltou um “MAMA”.  Pena que eu estava sozinha, não tenho como provar, mas fiquei tão feliz!!!


A segunda foi a evolução do Davizinho no seu desenvolvimento motor. Ainda não está 100%, mas o meu pitoquinho está quaaaaase sentando sozinho. Resta apenas vencer a preguiça que lhe consome. Ele tem feito fisioterapia com a titia Carol e a cada atendimento ele apresenta uma evoluçãozinha.


A terceira surpresa de Natal foi o primeiro encontrou do Davi com o Papai Noel. No último fim de semana, fomos ao shopping e quis fazer um teste de como o meu pequeno reagiria no colo do bom velhinho. Eu já fui toda preparada para aquele escândalo. Que nada! Foi só colocá-lo no colo do Papai Noel e todos presenciaram aquela gargalhada gostosa. E ainda foi ousado em puxar a barba do velhinho para confirmar se era de verdade. Uma graça.


Vou deixar o resto das surpresas para a noite natalina, vindas do meu marido, mãe, pai, rimão, amigos... kkkkkkkkkkkkkkk...

Este ano, o meu marido e eu temos uma missão que achei que seria fácil, escolher uma instituição infantil carente para ajudar. Ledo engano. Estamos há uns dois meses à procura, mas tem sido uma saga sem fim. Já ajudamos algumas, mas não como gostaríamos, de irmos pessoalmente entregar os presentes (sejam brinquedos, alimentos, produtos de limpeza ou o que a instituição precisar). A nossa tentativa continua. Quem tiver alguma indicação, por favor, não deixe de nos encaminhar.

A todos, um Natal maravilhoso. Que esta data não se resuma apenas em presentes e mesa farta, mas que seja recheada de amor, união, saúde e felicidade acima de tudo! Lembre-se que tristeza, na maioria das vezes, é uma perca de tempo. Tem tanta gente dentro de hospitais, ou em outras situações delicadas que conseguem passar o dia sorrindo.  Por quê você não pode tentar sorrir mais?

HO, HO, HO, FELIZ NATAL!!!

CURIOSIDADE: O bebê de 9 meses – Sempre que ele deparar com algo novo, começam as experiências: será que faz barulho? Será que quebra? O que acontece se eu bater isso na minha própria cabeça? Divirta-se com seu pequeno cientista, mantendo-o longe do perigo, e ele vai ficar cada vez mais confiante e independente com as novas descobertas. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Ele não entende que somos duas pessoas

3 comentários
Quem está ou já passou pela fase que o filho não entende que ele e a mamãe são duas pessoas, em corpos distintos? Euuuuuuu!!! O Davizinho está terrível!

Não sei se foi a minha volta ao trabalho que ocasionou isso, mas ultimamente, quando estou em casa, não consigo nem ir ao banheiro direito, pois o Davi tenta chamar a atenção a qualquer custo para eu voltar ao seu encontro. Chora, faz birra e quando eu reapareço, está lá o sorrisão estampado na cara, perninhas e bracinhos inquietos e uma conversação sem fim. Tem hora que eu me derreto, mas não dá para passar 24h nesse lenga, lenga, né?

Quando eu chego do trabalho, é o momento mais delicioso, ele pula de alegria, gargalha e se algo tira a minha atenção dele, o safadinho até chora para eu não tirar o olho dele.

O meu maior medo é que o Davi vire uma criança mimada, birrenta e insegura. Tenho terror e pânico dessas características! Para mim, a criança, por mais linda que seja, se for mimada, perde todo o seu encanto.

A revista Crescer publicou, há alguns anos, uma matéria que relata bem a minha preocupação, sobre o apego que o ser humano tem aos pais, que é uma característica natural, gerada principalmente pelo amor. A matéria chama a atenção que grude demais não faz bem e que o estímulo à independência do seu filho é importante para a criança aprender a explorar o mundo. Leia na íntegra, clique aqui!

Continuem votando no Davizinho na promoção Bebê Hipoglós Amêndoas 2011. Clique aqui!

CURIOSIDADE: O bebê de 8 meses, 2ª semana –  (Esta foi escrita para o Davi!) Quantas pessoas sabem que idade tinham quando começaram a engatinhar? Desde que seu filho esteja sempre fazendo algum progresso, mesmo que devagar, não há com o que se preocupar. Se precisar, apele para Albert Einstein, e diga que o gênio da física só falou aos 4 anos de idade.  (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

É pique, é pique...

13 comentários

Há um ano nasceu uma brincadeira que, sem eu imaginar, veio carregada de missões e recompensas maravilhosas, o Minha Vida em Semanas...  Quando eu descobri a minha gravidez, um dos meus primeiros desejos foi criar um blog. Mas, caí no dilema: faço ou não faço? Será que vão acessar? Eis que minhas amigas para sempre lá, lá, lá, lá, lá, lááá, Jalila Arabi e Roberta Paola me apoiaram com a maior empolgação do mundo.

Hoje estou comemorando o primeiro aniversário de uma das coisas que mais tem me dado prazer. A brincadeira, que inicialmente seria apenas para eu transmitir aquela felicidade que a gravidez fez transbordar dentro de mim, virou um compromisso que assumi com muita alegria.

Nesse primeiro ano, conheci pessoas maravilhosas, virtualmente e na vida real, reaproximei-me de vários amigos que o tempo e a correria do dia a dia nos afastou, fui confortada nos momentos difíceis, ri e chorei com os comentários deixados e o mais importante, fiquei com uma sensação de meta cumprida de algo que nem tinha traçado um objetivo concreto.

Muito obrigada aos leitores! Foram mais de 15 mil acessos e aquela segunda pergunta que fiz antes de eu criar o blog tem sido respondida constantemente por e-mail, pelas ruas e por amigos que comentam que foram abordados por conhecerem a Mãe do Davi.

O protagonista deste espaço está cada dia mais lindo, saudável e sapeca. E cada um que leu, comoveu-se com a nossa história e torceu pelo final feliz faz parte também da nossa vitória.

Muitas semanas virão pela frente, com curiosidades, novidades, desafios e, com muita fé, recheadas de alegrias.

Não parem de votar no Davizinho, na promoção Bebê Hipoglós Amêndoas 2011. Clique aqui!

Obrigada!

CURIOSIDADE: O bebê de 8 meses, 1ª semana –  Muitos bebês desta idade já começam a se aventurar a ficar de pé, segurando nos móveis ou nas grades do berço, ainda meio cambaleantes. Há crianças que andam com 8 meses, mas outras só vão andar com 1 ano e meio. E todas elas são normais! (Fonte: Baby Center)


sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Votem no Davi!

0 comentários
Estão abertas as votações do Bebê Hipoglós Amêndoas 2011. E é mais que merecido o meu pequeno grande guerreiro conquistar este título, não só pela sua beleza e fofura, mas por tudo que ele já nos provou que é O BEBÊ do ano.

Clique aqui e vote no Davizinho. Você pode votar mais de uma vez! E em dezembro, você poderá dizer com muito orgulho: Eu conheço o Bebê Hipoglós Amêndoas 2011!

Além de votar, você também pode ajudar a divulgar para ele adquirir mais votos.

Ah, gente, estou à procura de uma instituição de caridade, de preferência infantil, para ajudar no Natal. Alguma sugestão? Escrevam nos comentários!

Muito obrigada!

CURIOSIDADE: O bebê de 8 meses – O bebê está cada vez mais ágil, então é importantíssimo que ele possa se movimentar de um lado para o outro da casa sem riscos. Certifique-se de que a disposição dos móveis, tapetes e enfeites é segura para ele, ou o mantenha afastado de certas partes da casa (como cozinha, área de serviço e banheiro, os locais onde mais acidentes acontecem).  Você também vai notar que seu filho começa a mostrar o que gosta e o que não gosta. Se tirar um brinquedo dele, provavelmente vai ouvir um berreiro. Se sair de perto dele, ouvirá reclamação. Trata-se da chamada ansiedade de separação – é um momento em que o bebê passa a demonstrar uma forte ligação em relação a você e às pessoas que geralmente cuidam dele. (Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Lar, doce lar

6 comentários

Existe lugar melhor do que a nossa casinha? Não mesmo!!! Ainda mais depois de uma dura e longa batalha enfrentada e vencida.  A volta foi maravilhosa. Fomos recebidos pela família com muita alegria e ao entrar em casa... Tchanrannnn!!!! Casa limpinha, linda,decorada com balões de “Welcome”, chocolates... Tudo maravilhoso! Amei, mãe, Feiosa, cunhadinhas e sogrinha! Muito obrigada! O Davizinho curtiu tudo, principalmente o quarto dele. Quando entrou pela primeira vez, parecia que estava relembrando os bons momentos.


Depois de mostrar toda a garra que o Davi tem pela vida, ele conquistou muita gente e todos estão ansiosos para vê-lo. Mas, nesta primeira fase, precisamos ter paciência. Afinal, ele está com as vacinas super atrasadas, sem imunidade. Não pode nem sonhar em pegar qualquer tipo de infecção. Por isso, pelo menos o primeiro mês em casa, iremos ficar resguardados para evitar o perigo.

Bom, depois de desfazer malas de dois meses e meio, é hora de voltar à realidade. Agora vou ter que encarar uma das coisas mais difíceis a uma mãe, voltar ao trabalho. O meu coração está super apertado, mas, vamos lá.

Agora a rotina vai ser bem diferente. Nada de amamentar de 3 em 3 horas. A história agora é comida sólida. Lembram que eu comentei que o Davi tinha odiado a papinha salgada? Só foi voltar para casa que ele aceitou, pedindo bis! Quando chegamos, na segunda-feira, o vovô Pedro tinha preparado uma panela de sopinha para o Davi. E o pequeno aprovou de primeira. Vai a receitinha às mamães que estão sofrendo com esta fase:
  • Água (a quantidade varia com a testura que vc deseja);
  • 1 tipo de carboidrato (arroz, batata, mandioca ou macarrão);
  • Legumes (abóbora, chuchu, cenoura, beterraba, acelga);
  • 200g de carne (carne moída, músculo ou peito de frango);
  • 1 pitadinha de sal;
  • ½ dente de alho bem batido;
  • ¼ de cebola;
  • 1 colher de azeite extra virgem.

O azeite coloquei para acelerar o ganho de peso do Davi, que perdeu bastante no hospital. E o sal, alho e cebola são apenas para um leve tempero.

Cozinhe bem e quando tudo estiver bem molinho, bata no mix. Para ajudar na correria do dia-a-dia, vale a pena sempre que for cozinhar, fazer em maior quantidade e congelar algumas porções para ter refeições prontas no freezer

As papinhas de frutas estamos picando bem as frutas (banana, maçã ou pêra) e batendo no mix. Asssim fica bem consistente e fácil para ele engolir.

É importante também fazer suco. A base dos suquinhos é laranja lima. Daí, pode misturar com beterraba, cenoura ou mamão para variar.

Nesta fase, é bom evitar frutas cítricas.

CURIOSIDADE: O bebê de 7 meses, 4ª semana – As emoções do bebê estão ficando mais evidentes. Você já o ensinou a mandar beijinhos? Ele pode até fazer isso por conta própria, e ficar repetindo várias vezes se perceber que está fazendo sucesso. Nos próximos meses, o bebê vai começar a avaliar o humor das pessoas que o cercam, e vai demonstrar os primeiros sinais de solidariedade. Pode chorar se vir outra criança chorando, por exemplo. Ele vai observar você o tempo todo e vai aprender pelo seu modelo a lidar com as emoções, a reagir, a tratar as pessoas. Você vai ensiná-lo sem nem perceber. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Metamorfose

0 comentários
Há quanto tempo não escrevo sobre papo de mãe. Deu saudade de ler e compartilhar sobre algo que o meu pequeno e eu estamos vivendo. O tema desta semana é mudança de intestino. 

Os 7 meses chegaram e agora não dá mais para manter o pimpolho apenas com leite materno exclusivo. O Davizinho já iniciou a dieta de papinhas de frutinhas e sopinhas salgadas. A segunda opção ele odiou! Mas acredito que o paladar dele esteja estranhando o sal, afinal o leite materno é super adocicado. Sem contar que aqui no hospital não tem como variarmos tanto. Já pedi à nutricionista, mas o Davi está refém a uma estranha sopa de legumes batidos. Quando chegarmos em casa, poderei variar mais até acertar o gosto do meu filhote.

Nessa onda de introdução de comidinhas, o intestino do Davizinho já mudou bastante. No início, deu uma prisão de ventre, pois as fezes passaram a ficar mais sólidas, dificultando a evacuação. O Davi faz uma força e caretas totalmente desproporcionais à quantidade que sai. Dão a impressão que vai encher a fralda, ledo engano. Comecei a dar água de ameixa e em dois dias melhorou muito. Agora ele já consegue evacuar mais confortavelmente. Ah, outra característica da mudança é o odor. Agora o meu filho está começando a fazer cocô fedidinho.


É comum os bebês começarem a sofrer com prisão de ventre quando começam a comer outros alimentos. Os sintomas são: 
  • Irritabilidade, dor de barriga e desconforto gástrico;
  • Abdome duro, estufado ao toque, com gases;
  • Dor de barriga que melhora depois de fazer cocô;
  • Traços de sangue nas fezes, normalmente devido a fissuras na pele do ânus, provocada pela passagem do cocô ressecado;
  • Cocô duro, em bolinhas pequenas;
  • Em alguns casos, um cocô quase líquido, frequente e em pequena quantidade, pode indicar prisão de ventre (porque só ele consegue passar pelas fezes ressecadas no intestino). (Fonte: Baby Center)

O que fazer nessas horas? A melhor opção é a boa e velha Shantala. É pá, pum!

O Davizinho já está ótimo! Nesta semana conseguiu desmamar do oxigênio e está nos últimos dias de antibiótico. Se Deus quiser, estamos na reta final. Desta vez, para valer!

CURIOSIDADE: O bebê de 7 meses, 3ª semana – O bebê adora brincar de esconde-esconde. Coloque uma fraldinha na frente do seu rosto e deixe-o tirar, dizendo "Achou!". Ele vai ficar fascinado, porque está começando a entender o conceito de permanência (deixa de achar que as coisas desaparecem para sempre só porque não estão diante de seus olhos). (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Fechando a semana com chave de ouro

0 comentários
Eita semaninha abençoada! Só alegrias, dia após dia. 

A semana já começou com a previsão de alta da UTI para o Davi, mas como ele ainda estava com o dreno pleural, tentei segurar o máximo possível para ele não subir com aquilo. Na quarta-feira (26), logo cedo, quando cheguei ao hospital, fui direto tirar leite e só se ouvia sobre a alta do Davi pelos corredores. Finalmente o meu garotinho subiu ao quarto, sem dreno e na maior alegria do mundo. 

Ontem (27), o baixinho já aprontou, arrancou a sonda em que recebia 90 ml de leitinho, de 3 em 3 horas. Já cheguei à conclusão que quando o Davi arranca a sonda, é um sinal que a mesma será eliminada do processo. Hoje (28), começou o trabalho de fonoaudiologia e pegou de cara o peito. O médico já fechou a sondinha e liberou papinhas e peito para todos os horários. Amanhã (28), o Davizinho experiementará pela primeira vez a papinha salgada.

Previsão de alta? Ainda não, mas resta praticamente o desmame do O², que acredito que será rápido, pois ele só está com um cheirinho, 0,5L, e terminar os antibióticos. Já combinei com toda a equipe do hospital para omitir a alta ao Davi. Quando tiver previsão, que me informem às escondidas, pois ele ama aprontar na reta final.  Continuem na torcida!

Obrigadão a todos!

CURIOSIDADE: O bebê de 7 meses, 2ª semana – Pode parecer óbvio que você e o bebê são duas pessoas separadas e independentes, mas para ele não é bem assim. Seu filho enxerga você como uma extensão do corpo dele. Se você o colocar na frente do espelho, ele não vai saber que o bebê que está ali é ele próprio. Só que isso está prestes a mudar. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

De bem com a vida

7 comentários
Foto tirada antes de o Davizinho voltar à UTI

Semana abençoada, com melhoras e mais melhoras e comemorações pelo 7º mês do Davi. Foi de domingo até hoje, com ótimos boletins médicos. O Davizinho saiu super bem no desmame do Cpap, entrou no cateter de vez ontem (19) e a dieta só aumentando. Até ontem estava recebendo 70ml. Como diz um enfermeiro, um Big Tasty! No dia do seu mesversário, enchi o leito de balões coloridos, a UTI inteira cantou parabéns, foi a maior festa! E cada dia que passa, o meu pitoquinho vem interagindo mais. Brinca bastante comigo, faz carinho em mim, conversa, imita os sons bobos da mamãe, sem contar as gargalhadas gostosas. 

No decorrer dos dias, mesmo com as melhoras progressivas, os médicos decidiram realizar uma plicatura no Davi, uma cirurgia simples para realocar o diafragma. O dele não chegou a paralisar, como pode acontecer  nos pós-cirúrgicos, mas estava elevado, o que impedia a expansão total do pulmão esquerdo. O dilema era se faria logo o procedimento ou se esperaria até a terceira etapa do tratamento, já que o Davi estava conseguindo se manter bem, mesmo com essa elevação. Mas, para acelerar um pouco a melhora do meu pequeno, a equipe médica decidiu fazer logo. A cirurgia foi hoje (20), durou aproximadamente uma hora e meia e foi um sucesso. O danadinho acordou durante a cirurgia, precisou ser sedado duas vezes e para a minha surpresa, voltou à UTI acordado. No meio da tarde já foi extubado e foi direto para o cateter, com 1L de O². Ele está ótimo! Graças a Deus!

As orações de cada um de vocês têm ajudado muito! Muito obrigada pelo carinho, força e perseverança! 

CURIOSIDADE: O bebê de 7 meses – Embora a dentição do bebê possa já ter se iniciado (na média, esse processo começa com 5 ou 6 meses de idade, mas pode ocorrer somente aos 12, dependendo da herança genética), provavelmente agora você vai visualizar os dois dentes incisivos inferiores, depois os superiores e, posteriormente, os dois laterais. E não se espante, nem se preocupe, se a sequência do nascimento dos dentes não for a "tradicional" ou se entre alguns dentes ficar um espaço; muitas vezes, os dentes irrompem a gengiva em ângulos esquisitos, ocasionando tais espaços, que tendem a diminuir após todos os 20 dentes-de-leite terem aparecido. Com a dentição, esteja pronta para ainda mais baba e sons novos, à medida que seu filho se adapta às novidades na boca dele. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Semana das Crianças

1 comentários
Eu passei o ano inteiro jurando que esse Dia das Crianças seria o mais incrível da minha vida. Eis que nas vésperas, dei uma desanimada natural diante do quadro do meu filho. Mas, no dia D, foi o Davi quem me presenteou! Foi o dia mais incrível de todos que nós vivemos. Cheguei ao hospital com uma homenagem linda aos pais e quando entro na UTI, deparo-me com o meu pequeno extubado, com o Cpap e respondendo super bem aos 60% de O². Sem contar que ele voltou à aparência dele, foi uma recuperação incrível! E ele mesmo não trocou presente nenhum pelos seus dois dedinhos para coçar as gengivas inchadinhas e os dois dentinhos que já estão enormes. Que felicidade!


Nesta semana todos os exames sanguíneos se estabilizaram e a vegetação de bactérias que se encontrava no coração, não existe mais. Até a parte mais difícil do tratamento, os pulmões, está bem controlada. Já tive a oportunidade até de rever o sorriso mais lindo do universo.

Hoje (14), começou o desmame do Cpap. Durante a primeira visita ele se manteve super bem. Com 2 litros de O² no cateter, saturava 90%. Não tem como não dizer que esse garoto é um grande guerreiro, surpreende em todas as batalhas.

Nesta semana também, perdemos uma princesinha, a Gabi. Outra grande guerreirinha que Deus transformou em anjinha da guarda das crianças do HCor. Os pais dela estão precisando de ajuda para suprir as despesas de funerária e os gastos do período que ficaram em São Paulo. Quem puder ajudar, com qualquer quantia, vou deixar a conta bancária da mamãe da Gabi.

Caixa Econômica
Agência: 0121
Operação: 023
Conta: 4410-2
Ana Carolina Pereira


Também estamos fazendo campanha de doação de sangue ao Davizinho, pois ele precisou de bastante reposição sanguínea e talvez ainda volte a necessitar! Quem puder colaborar, seja com sangue de qualquer tipo ou divulgação, agradecemos!

Nome Completo: DAVI DE SOUZA

Comparecer a um dos Bancos de Sangue, com um documento de identidade oficial:

HOSPITAL DO CORAÇÃO – localizado na Rua Abílio Soares, 176 - Paraíso, Contato: (11) 3053-6537, portando documento oficial de identidade. Horário de 2ª a 6ª   de 08:00 às 12:00h.  ( Estacionamento : Rua Des.Eliseu Guilherme, 147.)

HOSPITAL A.C. CAMARGO – localizado na Rua Prof. Antonio Prudente, 211 – Liberdade, Contato: (11) 2189-5122, portando documento de identidade. Horário de    2ª a 6ª de 08:00 às 18:00h e aos sábados 08:00 às 17:00h. (Estacionamento no Local “ Estapar”.)

CLINICA DE SANGUE DE SÃO PAULO – localizada na Av. Brigadeiro Luis Antonio, 2533 – Jd. Paulista, Contato (11) 3373-2050, portando documento oficial de identidade. Horário de 2ª a 6ª das 08:00 às 14:00h e aos sábados das 08:00 às 17:00h. (Estacionamento no local.)

Obrigada!

CURIOSIDADE: O bebê de 6meses, 4ª semana – É bem possível que você se pegue imitando um pato ou fazendo as mais loucas palhaçadas. Crianças de 6 meses adoram brincadeiras que envolvam sons, e em que possam participar também. Experimente deixá-la "falar" primeiro, e então imite-a. Na sua vez de falar primeiro, você pode já ir ensinando o som que os animais fazem. (Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Obstáculos a ultrapassar

2 comentários
Depois de uma semana de alegria, com sorrisos cada dia mais lindos do meu filhote, no sábado (1), tudo mudou. Na tarde de sábado o Davizinho teve um aumento de temperatura, foi medicado e foi voltando ao normal. De repente, enquanto ele brincava com o papai, o meu pequeno começou a ficar todo roxinho e trêmulo, sintomas de bacteremia. Foi avaliado e coletaram materiais para todos os tipos de exame. Tudo indicava ser infecção originada pelo cateter que o Davi tinha na região femoral há 25 dias. Um verdadeiro foco de bactérias pela região, por estar tão próximo às necessidades fisiológicas, por receber dieta, medicações, coletar sangue, além do tempo que permaneceu. À noite, ele foi piorando e só no domingo de manhã ele foi à UTI para tentar colocar um novo acesso. Sem sucesso. Então, à noite, a cirurgiã tentou novamente outro central, que também não obteve sucesso. Só na segunda-feira conseguiram um novo acesso e finalmente retirar aquele cateter contaminado. Com isso, perdemos horas de tratamento e a infecção se alastrou muito rápida. O Davizinho voltou à estaca zero – entubou, precisou se manter com 100% de O² e inchou bastante.

A nossa angustia foi imensa, principalmente por ter que esperar os resultados de culturas, que sempre demoram, para confirmar a infecção e detectar os tipos de bactérias.

Até hoje pela manhã, mesmo diante da gravidade, fiquei mais confortável pois confirmaram a infecção e o tipo de bactéria era a mais tranquila de todas. Mas, por que o Davi chegou ao ponto em que está? Hoje à tarde fizeram um ecocardiograma transesofágico, bem parecido com a endoscopia, e diagnosticaram uma endocardite, uma infecção gravíssima no coração. Agora o Davizinho está diante de uma terapia muuuuuuuuito mais intensa, nada pode descompensar.

O que nos resta agora é nos fortalecer na fé em Deus. Sabemos que o nosso pequeno já passou por coisas piores, como a última cirurgia que é uma das mais agressivas que uma criança pode passar. Então, com muita, muita fé, ele sairá bem desta, por mais que o tratamento seja mais longo.

Contamos com as correntes de orações!

Muito obrigada a todos!

CURIOSIDADE: O bebê de 6meses, 3ª semana – Nesta fase, o falatório do seu bebê começa a aumentar. Ele faz sons estranhos, dá gritinhos, parece um passarinho. E cerca de 50 por cento das crianças de 6 meses balbucia sons, repetindo sempre a mesma sílaba, como "ba" e "ma" (será que você ouviu mesmo aquele "mamãe"?).Você pode até imitá-lo, transformando a coisa em brincadeira. Ele vai gostar!(Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Caros leitores

4 comentários
“Fico sempre emocionada, com a sua força, sua batalha, sua garra de mãe (que acredito que só mãe tem), e com o maravilhoso amor que existe nessa família tão abençoada por Deus que é a sua. (...) É sempre muito bonito ver que em um mundo como esse de hoje, ainda existam pessoas capazes de mudar tudo, por amar um filho. O Davi é um milagre diário, é a força que brota a cada amanhecer, é o verdadeiro amor humano de Deus" (Amanda Viana, uma leitora especial deste blog).

Se eu soubesse que o meu blog me traria um retorno tão gratificante como tem acontecido, teria começado muito antes! É a prova de que quando fazemos algo com amor, vamos longe!

Os meus leitores têm me trazido muita força, de todos os lados do Brasil, sejam amigos, familiares, os que acessam por indicações, os que me encontram por meio de sites de buscas e por aí vai!

Muito obrigada, leitores, pelo carinho!

O Davizinho está bem. Agora sim estou com o meu filho de verdade, alegre, sorridente, sapeca, assanhado, encantador... Essas são minhas definições e de todos que o acompanham diariamente no hospital! Mesmo os que entram com uma agulha enorme, ele consegue receber com um sorriso maior ainda.

Hoje estava programado para iniciar a dieta, mas ontem a drenagem aumentou bastante. Então, a médica decidiu espera por mais um ou dois dias para observar e evitar mais atrasos no tratamento. Estou rezando para que tenha sido apenas uma fibrina que estava obstruindo a saída de líquido do pulmão e foi retirada ontem à noite. A tendência era que a drenagem aumentasse um pouco mesmo. Ok, vamos esperar. Mas, por favor, não me digam para ter calma e paciência! Se querem ajudar, retirem qualquer palavra deste sentido de suas mensagens! Quando ouço ou leio isso, parece que tem dado o efeito oposto. Desculpem-me pela arrogância, mas para quem está há um mês e uma semana confinada num hospital, não é nada fácil. Não estou lamentando os fatos, só estou desgastada.

Vamos rezar pelo Iaguinho, que hoje precisou voltar à UTI. Deu uma insuficiência respiratória, mas logo, logo ele voltará ao quarto. Deus quer!

Não posso deixar de mostrar os dentinhos do meu filhote! Vejam que coisa mais gostosa:


Hoje ele voltou a ficar enjoadinho. Acredito que a parte superior da boquinha dele começou a incomodar. Está bem inchadinha e ele coloca tudo que ver pela frente, desesperadamente, na boca, para coçar.

CURIOSIDADE: O bebê de 6meses, 2ª semana – Seu papel fica mais importante agora, porque a criança começa a ficar curiosa e sair explorando o mundo. Mesmo antes de engatinhar, ela consegue rolar e se arrastar, e pode alcançar coisas perigosas. É ótimo colocar o bebê no chão, mas não se esqueça de tirar objetos pontiagudos ou muito pequenos de perto. (Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Aos 48 do 2º tempo...

2 comentários
... Um passo, nº 15, para trás.

De sábado à terça-feira, a nossa rotina foi fazer exames para o processo de alta do Davizinho. No primeiro dia, o raio-x apresentou uma mancha no pulmão esquerdo que tinha um indicativo de ser líquido , mas o ultrassom que fez logo em seguida alegou que o órgão estava limpinho. Na segunda-feira, foi a vez do ecocardiograma e logo de cara a Dra. visualizou bastante líquido no pulmão esquerdo. Interrompeu o exame e encaminhou o Davi novamente ao ultrassom. Desta vez, a ultrassonografia constatou um pouco de líquido, mas nada importante, como dizem os médicos. Então, na terça-feira foi refazer o ecocardiograma novamente e, mais uma vez, a Dra Simone Pedra constatou que havia bastante líquido. Voltamos ao quarto, enquanto a Dra. Simone, com o seu jeito doce, organizou a equipe para realizar o procedimento de drenagem pleural do Davizinho, como se fosse o filho dela, e o meu pequeno foi encaminhado à UTI. A drenagem foi muito rápida, saíram cerca de 90 ml de líquido leitoso, bem característico de quilotórax, uma espécie de derrame pleural, o qual acumula as gorduras dos alimentos no pulmão. É uma causa bastante freqüente em pós-operatório do tipo que o Davi passou. Após exames, confirmou o quilotórax.

O Davizinho está ótimo, graças a Deus, mas voltamos ao ponto de sem previsão à alta. Amanhã ele sairá da UTI. Só não saiu hoje porque não deu tempo para os exames de infectologia ficarem prontos, para ver se precisa entrar no antibiótico ou não. Os próximos passos são ficar com dreno durante, pelo menos, sete dias e neste período permanecer em jejum. Ele receberá apenas dieta parenteral. Após esse período, voltará lentamente à dieta normal, até ter a certeza que o organismo aceitará sem repetir o quadro.

Confesso que estou bastante desgastada com essa rotina hospitalar, mas por um filho a gente se doa por completo e sempre vale muuuuuuuito à pena. Hoje o meu filhote voltou a si, pois até ontem ainda estava meio abstinente às drogas. Mesmo depois de eu ter virado à noite na UTI para amamentá-lo, esperado o dia inteiro para ele voltar ao quarto e no final ter ficado para amanhã, as gargalhadas e os bate-papos que troquei com o meu pitoquinho pagaram todo o meu desgaste. Ele está lindo demais e encantando a todos que passam por ele. P.S: Juro que não é papo de mãe coruja! Rs...

Orações, orações e mais orações! Deus, prova que está conosco em cada sorriso ou gesto positivo que o meu pequeno apresenta constantemente, mesmo com esse sustinho.

E a coisa que a gente mais ouve dos médicos, que às vezes até irrita, mas que não deixa de ser a mais pura realidade é: Paciência é a alma do negócio!

P.S: Aos meus novos leitores, muito obrigada pela força! Às mamães Patrícia Vieira e Fabiana, enviem-me os seus contatos por e-mail, para o minhavidaemsemanas@gmail.com. É sempre um prazer trocar experiências e acompanhar os casos!

CURIOSIDADE: O bebê de 6meses, 1ª semana – Este mês a coordenação entre os olhos e o movimento das mãos do bebê está bem mais firme, e ele vai aprender a pôr as mãozinhas em ação. Ficará especialista em arrastar coisas para mais perto, e treinará transferir objetos de uma mão para a outra. Prepare-se porque, daqui para a frente, vem a maior barulheira! Ele vai querer bater um brinquedo no outro sem parar. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

SEMPRE é hora de agradecer

13 comentários

Uma vez, assisti a uma entrevista com a atriz Nair Belo (in memoriam), falando sobre a perda de um de seus filhos. O velório contou com a presença de Chico Xavier (in memoriam). Diante dele e coberta pela dor da perda, Nair perguntou: Por que eu, Chico? Então, ele respondeu: E por que não você?

Esse diálogo me marcou muito. Sempre que acontece algo “ruim” na minha vida, lembro-me das palavras de Chico e saio em busca da minha real missão e tento visualizar os pontos positivos que posso colher em cada passo difícil que preciso enfrentar.

O meu filhote veio ao mundo, trazendo-me um vale de missões, além da principal, cumprir o papel de mãe.  Difíceis, porém, recheadas de recompensas valiosas. Por isso, nos últimos tempos, tenho até receio de pedir alguma coisa a Deus, em vista de tantas maravilhas que ele tem proporcionado a mim e à minha família. As lições diárias de vida que o nosso baby nos mostra, as pessoas mais especiais do mundo que nos rodeia e, principalmente, a surpreendente superação do meu pequeno diante de sua grave cardiopatia congênita, a Hipoplasia do Ventrículo Esquerdo. Tenho motivo para pedir mais alguma coisa? Mas é claro que de vez em quando a gente dá uma escapadinha, né? E o pedido que tenho feito é apenas um, que o meu pitoquinho receba logo alta do hospital para matarmos a saudade de casa e de todos que estão longe.

Eis que o Senhor atendeu o meu pedido. Se tudo continuar indo tão bem como está, na próxima terça-feira (20), receberemos alta!

Nesta semana, depois que o Davi saiu da UTI, na segunda-feira, o quadro dele continuou em progresso. Na quarta, ele voltou ao peito; na quinta, tirou o O2; e hoje (16) ficou livre da sondinha. O que mais tem nos perturbado é a dura abstinência às drogas que ele está sofrendo, que é normal, mas que o deixa bastante irritado e agitado. Aos pouquinhos vai passando, mas o remédio tem que ser retirado bem lentamente, para não dá reações mais complexas, como convulsões, por exemplo. Além disso, o Davizinho está bastante enjoadinhos, pois dois dentinhos já estouraram a sua gengiva. Dá uma dó. Mas, por enquanto ainda não teve nenhum sintoma de dentição, como febre e diarréia. Ele está sofrendo também com assaduras no bumbum. Como passou todo o pós-operatório refém de antibióticos, para prevenir assepsias, as fezes ficaram ácidas, causando lesões no saquinho e no anus. Mas hoje foi a última dose do antibiótico, então, a tendência é melhorar.

Na segunda-feira ele realizará um ecocardigrama e um raio-x para verificar se está tudo OK para irmos embora. Para garantir a nossa volta para casa o mais rápido possível, já agendei a consulta pediátrica para quarta-feira e nesse mesmo dia iremos tentar  voltar à nossa terrinha e fugir do frio irritante de Sampa!

Serei eternamente grata a todos que lembraram de nós em suas orações, pela força e por todo o carinho.
Brasília, estamos chegando!

UHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!

Bjãozão!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Dia de festa

3 comentários
Depois de uma longa noite no hospital, para tirar leite, fui para casa descansar, tomar um belo banho e no fim da manhã voltar à rotina hospitalar.  Quando eu estava a caminho do hospital, o meu marido me liga:


“Tenho uma novidade! O Davi recebeu alta e vai subir hoje!”, disse na maior alegria.

Eu não consegui me conter, gritei no metrô, de alegria!

Depois que o Davi fez o cateterismo para desobstruir a artéria pulmonar que ficou fechada após a cirurgia, tudo evoluiu mais rápido do que já estava. O cate foi realizado na quinta, com sucesso; na sexta já foi extubado e entrou no CPAP (pressão positiva contínua nas vias respiratórias). No sábado,  já iniciou o desmame do CPAP. O Davi ficou por 1 hora sem. E no ontem (11), tiraram o CPAP de vez e o meu pitoquinho respondeu super bem.  Hoje, pela manhã, após o boletim médico, o chefe da UTI assinou a alta do nosso pequeno grande guerreiro.

Que correria gostosa! Vim ao hospital para tirar leite e logo depois já voltei para a casa dos nossos amigos, onde estamos hospedados, para arrumar as malas. No início da tarde, eu e a enfermeira vestimos o meu garotão de rapazinho e foi só festa. É muita emoção passar pelo procedimento mais complexo de todo o tratamento, em tão pouco tempo. Para muitos, 13 dias de UTI é muito tempo. Mas para quem entende a gravidade da situação, surpreende–se com a rápida evolução do Davizinho.

Os próximos passos são os desmames do oxigênio e da sonda de alimentação. Talvez, entre os próximos dois dias, a médica prescreva para ele voltar a mamar no peito, observando o seu condicionamento físico.

Agora, o que incomoda o meu filhote são os dentinhos que já querem aparecer. O Davi está irritadíssimo com a coceira nas gengivas e estão bem vermelhinhas. Por enquanto não apresentou nenhum dos principais sintomas – febre e diarréia. Estamos passando a pomada Nenê Dent Gel e ele está devorando um mordedor e a sua própria mãozinha.

Obrigada por fazer parte dos MAIS DE 10 MIL ACESSOS ao meu blog! Ficou muito lisonjeada!

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses, 4ª semana – Aproveite que seu bebê está mais sociável para mostrar que outras pessoas também podem gostar dele e tratá-lo bem. Deixe-o, de vez em quando, sozinho na casa da vovó. A experiência vai ajudar seu filho a se sentir mais seguro quando ele começar a ficar ansioso ao se separar de você ou do pai. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Evolução de campeão

4 comentários
Mais uma semana de vida hospitalar e o Davi continua surpreendendo os médicos. Nessa primeira semana pós-cirúrgica, a evolução do meu pequeno foi espetacular! Não inchou nem ficou cianótico no pós-operatório, coisas praticamente inevitáveis. Os primeiros dias ele se manteve com a aparência de um bebê gordinho e gostoso. Só no fim de semana que começou a inchar, devido a retenção de líquido, de soro e oxigênio, que vem recebendo. 

O Davi tem se mantido estávem sempre. Saturação excelente, já passa dos 90%. Aos que não conhecem, a saturação corresponde ao oxigênio que entra e sai dos pulmões. Uma pessoa normal costuma saturar 100%. Já um cardiopata, dependendo do estágio do tratamento, quando está bem, satura entre 75% e 95%. A pressão e frequência cardíaca também estão bem, só desregulam um pouco quando ele acorda, pois sempre fica bastante agitado, devido as inúmeras coisas ligadas a ele (drenos, sonda, tudo, aparelho de pressão, cateteres etc), sem contar a dor do pós-operatório que, com certeza, deve encomodá-lo. Se ele se agita muito, é preciso sedá-lo para não descompensar tanto as taxas. 

Na segunda-feira, ele realizou uma angiotomografia e foram diagnosticados um trombo na artéria pulmonar e outro na aorta, que são bem comuns entre pacientes que sofrem os procedimentos Híbrido e Glen. Hoje ele fará um cateterismos para tentar diluir o trombo da artéria pulmonar ou colocar um stent, para, então, o sangue circular normalmente. Quanto à aorta, ele já está recebendo uma medicação para evitar que progrida, já que é muito arriscado tentar reverter por meio de procedimento cirúrgico. Depois do cateterismo, se ele continuar evoluindo tão bem como está, logo, logo o meu pimpolho será extubado e receberá alta da UTI. 

Ontem, aproveitei o feriado e comprei a roupinha que o Davizinho vai usar no dia da alta da UTI. Um dia de festa como esse, merece algo especial!

Nossa, como sinto saudade do sorrisão dele, da sapequice, dos dengos, de tudo! Mas, tenho que respeitar o tempo dele, que está acelerado, diante da gravidade do problema. 

Muito obrigada pela força de todos! Sempre passo as mensagens que recebo por aqui, e-mail ou Facebook para o Davizinho. E tenho certeza que tudo isso colabora para a evolução dele.

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses, 3ª semana – A cada dia que passa, a capacidade do bebê de interagir com o ambiente, com você e com outras pessoas aumenta. Ele pode, por exemplo, começar a deixar cair objetos só para ver você pegar ou jogar alguma coisa no chão para observar onde cai. Tenha paciência, porque esse tipo de brincadeira vai diverti-lo cada vez mais.(Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Vale um livro

9 comentários
Diante das adiações da cirurgia do Davizinho, o meu marido precisou voltar para casa, com o coração na mão, bem no dia D, por conta de trabalho. Mas Deus é bom demais, sempre dá um jeitinho para provar que está conosco.

Ontem, quando o Fábio se despediu de mim e do Davizinho, no hospital, ele resolveu passar pelo 2º andar para ver se a mãe dele estava rezando na capela. Quando o elevador se abre, adivinhem com quem ele se dá de cara? Dr. Marcelo Jatene (foto), um dos médicos mais renomados e difíceis de se ver, em plena véspera de cirurgia do nosso pitoquinho. Então, ele aproveitou a oportunidade para desejar boa sorte e desabafou um pouco sobre a sua ausência no momento da cirurgia, perguntou até se poderíamos ligar ao Dr., depois da cirurgia, caso achássemos necessário.  O Dr. Jatene, com o seu jeito sereno, confortou o Fábio e disse que com certeza ele estaria de coração, no HCor, no momento da cirurgia, mesmo estando fisicamente em Brasília.

Hoje, o dia já amanheceu lindo, apesar daquela tensão ter nos dominado desde cedo. Preparei o Davizinho, dei o mamar às 7h30, para completar as 3h de jejum pré-cirúrgico exigidas e às 11h30 foi o momento mais difícil do dia, entregar o meu filho ao centro cirúrgico. Nunca senti dor maior! Seis horas e meia depois, uma hora e meia antes da média que esperávamos, o procedimento foi encerrado e a secretária do hospital me encaminhou ao centro cirúrgico para receber o boletim médico. Para minha surpresa, quem aparece? O Dr. Marcelo Jatene! Ele fez questão de me passar o boletim do procedimento, que foi muito bem sucedido, sem nenhuma intercorrência e comentou sobre o encontro de ontem com o meu marido. Então disse: Você pode ligar para o Fábio para eu conversar um pouco com ele? Lutando contra a queda de sinal no subsolo do hospital, consegui falar com o meu marido. Diante de muita angustia e perguntas sobre a operação, fui obrigada a interromper: Lindo, espere, tem alguém que quer falar com você! E passei o telefone ao Dr. Jatene.

“Fábio, fiquei muito emocionado com você ontem e por isso fiz questão de falar com vocês. Foi tudo bem e agora precisamos de paciência!”, disse o Dr. Jatene com os olhos cheios de lágrimas.

Logo depois, fiquei de plantão na porta da UTI, à espera do Davi. Eis que chega o meu pequeno, todo inchadinho e entubado, mas a coisa mais linda e me trazendo um alívio indescritível! As enfermeiras até pararam para os pais que estavam de prontidão na porta da UTI comemorarem junto comigo.

Agora o Davi está bem, graças a Deus. As próximas 72h são cruciais e o pós-operatório é bastante delicado. A primeira noite é bem comum haver intercorrências, mas a equipe está preparada para tudo. Deus não abandonará o nosso pequeno! Pelo menos, pelos próximos quatro dias, é importante que ele se mantenha dormindo, para evitar que as taxas de pressão, saturação, freqüência cardíaca, etc, sejam descompensadas. Por enquanto está sem sedativo, pois é preciso assistir às respostas dele. Aos poucos, caso necessário, ele será sedado. Agora é ter paciência, pois o pior já passou.

Obrigada, obrigada, meu Deus, pai misericordioso, médico dos médicos. Obrigada por ter nos dado uma missão dura para enfrentar, mas que veio carregada de recompensas valiosas. 

Obrigada a todos pelas correntes de fé!

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses, 2ª semana – Talvez o bebê comece, em breve, a dar os primeiros sinais de uma das etapas mais importantes do desenvolvimento emocional dele: estranhar pessoas desconhecidas, ou com quem ele não convive tanto. Pode parecer uma coisa ruim, mas não é. É sinal de que o bebê entendeu que ele é uma pessoa separada da mãe. O problema é que o bebê não sabe que você vai voltar, a cada vez que desaparece da vista dele. Para algumas crianças essa sensação de medo é mais forte que para outras. (Fonte: Baby Center)

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Por que Davi?

4 comentários

Neste domingo, no seu lento passar do tempo, algumas mamães se reuniram na brinquedoteca do hospital. Papos sobre problemas cardíacos para cá, experiência de vida fora do hospital para lá e a mãezinha do mais novo xará do meu filhote me perguntou: Por que Davi?

Contei sobre a novela que foi a escolha do nome do nosso pitoquinho e a pergunta dela me despertou a mesma curiosidade. Então ela me contou a razão mais bela, que me tocou profundamente. 

Davi foi o filho mais novo dos oito de Jessé. Apesar disso, foi o escolhido de Deus para enfrentar o povo amalequita por terem atacado Israel durante o período do êxodo do Egito, já que Saul, em seu reinado, desobedeceu ao superior e não destruiu o melhor dos despojos. Quando o exército filisteu se reuniu para enfrentar os israelitas, um gigante chamado Golias desafiou o exército de Israel a enviar um homem para enfrentá-lo. No entanto, os israelitas tiveram medo do gigante. Davi, indignando-se da vergonha que Golias trazia a Deus e a todo exército, decidiu enfrentá-lo. Saul ofereceu sua armadura para Davi, no entanto ele recusou por não ser treinado no combate com armadura e ser de pequena estatura. Então, Davi enfrentou Golias munido apenas por três pedras. 

Aos nossos “Davis”, seus Golias são os corações e as pedras são os três procedimentos cirúrgicos que têm para tratar a hipoplasia do ventrículo esquerdo :

O procedimento Híbrido, ao nascer, o qual junta, no mesmo ato terapêutico, a cirurgia cardíaca e o cateterismo.

Até os 6 meses de idade, os procedimentos Glen – é uma conexão direta entre a veia cava superior e a artéria pulmonar, desviando a metade do sangue venoso diretamente para os pulmões, sem assistência do ventrículo, e Norwood – liga o ventrículo direito com a aorta a fim de que seu fluxo de sangue arterial seja entregue ao organismo através dos ramos da aorta. 

E por volta dos 2 anos de idade, o procedimento de Fontan, que conecta a veia cava inferior à artéria pulmonar, por meio de um canal, com o coração para direcionar seu fluxo para a artéria pulmonar. Assim, todo o sangue venoso corre para os pulmões e as bombas de ventrículos únicos enviam exclusivamente sangue arterial para o corpo.

Está confirmada, amanhã (30), o meu Davizinho utilizará a sua segunda pedra. O mais complicado é passar horário, pois a agenda da equipe sempre é muito cheia. Só saberemos de fato quando nos convocarmos para descer.

Aproveito a oportunidade para reforçar a solicitação de doação de sangue. Além do Davizinho, milhares de crianças e adultos podem precisar. Quem estiver em São Paulo e puder doar na unidade do Hospital do Coração (HCor), por favor, cadastre-se no nome do Davi de Souza.

Em especial, obrigada à equipe do diretor de manutenção da companhia  aérea Gol, Alberto Correnti, pela colaboração!

Deus já está conosco e amanhã irá aumentar a luz no centro cirúrgico e guiará as mãos da fantástica equipe do Dr. Marcelo Jatene!
AMÉM!!!

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses, 2ª semana – Se é que ainda não começou, em breve seu bebê vai dar gargalhadas ao ver suas caretas e tentará fazer você dar risada também. Nesta fase, ele já demonstra forte ligação com você: levanta os braços quando quer colo, reclama de ficar sozinho e dá gostosos abraços. Aproveite cada minuto. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Como está o Davi?

2 comentários
Desculpem-me aos que esperam notícias do meu filhote por aqui. A internet aqui no hospital não estava colaborando nada, então desisti de atualizar por esses dias. Vou tentar registrar as notícias sempre que surgirem novidades.

O Davizinho, graças a Deus, está ótimo e numa alegria só. Mas passamos esta semana no hospital por teste de força mesmo, meio que em vão, pois só ontem que a equipe do Dr. Marcelo Jatene marcou a cirurgia do meu pimpolho, que, em princípio, será na próxima terça-feira (30). Enquanto isso, o Davizinho fica aqui encantando a todos com a sua alegria e sapequice. E como está sapeca, viu?! Na terça-feira, ganhou de 15x0 da enfermeira na hora do eletro. Não tinha santo que quietasse esse espoletinha. Pulava, conversava, fazia graça e nada de se cansar para dormir e finalmente ficar quietinho para o exame. Só no dia seguinte que, suando mais um pouquinho, outra enfermeira conseguiu.

Ontem, eu até vesti o pequeno de pipoquinhas para representar melhor a sua energia. Ficou a coisa mais linda!


Amanhã, com fé em Deus, é a cirurgia do Iago, que está a coisa mais gostosa! Forças nas orações, gente! Esses dois irão tirar de letra! Vejam os 3 babies mais gostosos do HCor – Davi, Manu e Iago. Está rolando uma concorrência acirrada entre os meninos para ganhar a Manu! Kkkkkkkk...


E muuuuuuitíssimo obrigada aos que compareceram ao batizado do Davi. Foi muito, muito lindo! Nunca vi nada igual e tocante. O diácono Alfredo arrasou na celebração. As fotos, da nossa fotógrafa oficial - Jalila Arabi, já estão no ar. Clique aqui!

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses, 1ª semana –  Aos 5 meses, os bebês acrescentam novos sons ao seu repertório, como barulhos com a língua para fora. Eles ficam tão encantados com o que fazem que não param de repetir a mesma coisa. Esse, aliás, é uma padrão comum do desenvolvimento das crianças: elas costumam praticar exaustivamente uma habilidade antes de partir para a próxima. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Santo anjo do Senhor

3 comentários
Está chegando o momento em que o meu anjinho deixará de ser apenas uma criaturinha de Deus e passará a ser o filho do nosso Senhor. Neste domingo (21), será o batismo o Davizinho, um acontecimento muito importante, principalmente diante do que vamos viver na semana que vem. Ele vai para Sampa fresquinho de bençãos para vencer mais uma batalha!


Passei a semana em clima de mudança, mas consegui aproveitar bastante. Tanto que até agora nem consegui arrumar as nossas malas ainda. Curti cada segundo com o meu pequeno. Com direito até a um book fotográfico, feito pela nossa fotógrafa preferida, Jalila Arabi. Desta vez, os cliques foram no parque na cidade, durante o banho de sol matinal do Davi. Depois fomos à nossa casa, fiz um almocinho especial, enquanto a Jalis aproveitava os ângulos do modelo mais lindo do mundo. Clique aqui para conferir as lindas fotos!


Ah, não posso deixar de comentar  que nesta semana já deu para ver uma sombrinha branca na gengiva inferior do Davi. Será que já é o dentinho dando o ar da graça? Ele está coçando horrores, colocando tudo o que ver pela frente na boca. Como passa rápido, né?

Bom, é isso, gente! A partir da semana que vem a nossa vida estará uma loucura. Longe de casa, buscando forças e driblando a saudade que cada ente especial da minha terrinha me fará passar! Muito obrigada pelo apoio e carinho de cada um, é muito importante a energia positiva que cada um passa!

CURIOSIDADE: O bebê de 5 meses –  Estimule o bebê a desenvolver força e flexibilidade nos dois lados do corpo. Como? É simples: alterne o lado em que amamenta ou dá a mamadeira, e coloque o bebê para dormir uma noite com a cabeça voltada para a cabeceira e outra para o pé do berço. Essas técnicas auxiliarão a criança a se sentir confortável para virar a cabeça nas duas direções, e amenizarão a carequinha e o "amassado" na cabeça. (Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Haja coração

8 comentários

Hoje (09) foi a última consulta do Davi antes da cirurgia, que estava prevista para setembro. Mas para a nossa surpresa, foi antecipada. No dia 23 de agosto, o Davizinho será internado e a partir desta data, após exames, a qualquer momento ele irá para a sala cirúrgica. Ele está ótimo, graças a Deus. Ontem fez o ecocardiograma e a Drª. Simone Pedra ficou muito feliz com o coração do meu pequeno. O que mais está nos afligindo são o refluxo e alguns problemas pediátricos que o Davi sofreu no último mês. 

Ele tem apresentado sintomas de intolerância a lactose que desregulou algumas taxa no último hemograma que foi feito.  Com isso, pode ser que ele precise de transfusão sangue para a cirurgia. O Davi também teve anemia, que é bem comum entre lactentes. Mesmo com esses pontos, o pediatra do nosso pequeno nos tranquilizou muito. Mas a minha primeira reação com a notícia da antecipação da cirurgia não foi nada boa. Fiquei preocupada com o baixo ganho de peso que o Davi vem obtendo, sem contar que não é nada fácil ser informada que o procedimento mais complexo do tratamento será daqui há DUAS SEMANAS. É um baque e tanto.

Depois, conversando com calma com a médica, entendi que realmente é o melhor momento. Como o Davi está em ótimo estado cardíaco, é melhor evitar que qualquer outro problema atrapalhe o coração, que é a prioridade do nosso pitoquinho. Agora, por exemplo, ele tem ganhado pouco peso, mas está dentro do ideal para encarar a cirurgia. Se estender o tempo, ele pode correr o risco de perder peso, o que complicaria bastante. A decisão foi unânime entre a equipe médica do Hospital do Coração (HCor). Sabemos que estamos em ótimas mãos e sem dúvida eles não deixariam escapar o melhor momento para o Davi. 

Já vou responder desde já a pergunta que sei que ouvirei bastante daqui para frente: qual a previsão de alta do Davi? A resposta é: O TEMPO DELE! Na primeira etapa aprendemos a respeitar isso. Não tem como prever, cada caso é um caso. O importante é que ele saia forte e saudável, como aconteceu na primeira fase do tratamento. E isso é o que o HCor mais preza em seus pacientes, eles não liberam ninguém sem a certeza que irá ficar bem longe do hospital.

Os corações aqui em casa estão apertados, mas as orações estão cada vez mais fortes. Peço que as de vocês também se fortaleçam! 

Muito, muito obrigada pelo carinho e pela energia positiva de todos!

CURIOSIDADE: O bebê de 4 meses, 4ª semana – Quer fazer o bebê dar uma boa gargalhada? Tente imitar as expressões faciais e os sons que ele faz. Ele não só vai rir à beça como também vai aprender elementos da comunicação. Imitação e repetição são ingredientes básicos para o desenvolvimento do cérebro nesta etapa. Ao ouvir você dizer as mesmas palavras a toda hora, o bebê pode até começar a balbuciar sons quase reconhecíveis, incluindo "ma-ma".(Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Apoie a mulher que amamenta

2 comentários
Estamos na Semana de Aleitamento Materno, o ato mais maravilhoso que uma mulher pode sentir. É indescritível a dimensão do sentimento que uma mãe sente nesse momento. A troca de olhares com o bebê, aquele gesto doce de satisfação do pequeno, um sorrisinho maroto e até as interrupções para bater papo na “hora errada”.  Só quem é mãe sabe o que eu estou falando. Agradeço a Deus todos os dias por ter me dado o poder de alimentar o meu filho da forma mais preciosa do mundo. 

video

O Ministério da Saúde montou um material bem completo para esse incentivo nobre, com dicas valiosas e curiosidades bastante interessantes para mulheres que estão vivendo, perto de viver ou às que o sonho ainda está um pouco mais distante. Clique aqui e confira!

Lá, você encontra dicas básicas como “até os 6 meses, o leite materno deve ser o único alimento do bebê. Não dê água, chás, leites artificiais ou qualquer outro alimento.” Isso é o B-A-BA, mas de extrema importância. Eu fiquei super triste por ter sido obrigada a introduzir leite artificial na dieta do Davi. Devido o refluxo, ele estacionou no ganho de peso, no último mês. Como a segunda cirurgia está próxima, não podemos arriscar de ele perder peso, já que é essencial para o sucesso do procedimento. Mas ele continua firme e forte no peito!

Outro ponto importante é o início de alimentos saudáveis, que deve ser após os 6 meses. Mas mesmo com os alimentos sólidos, deve continuar amamentando até os dois anos ou mais.  No último fim de semana, uma família muito especial veio nos visitar, o Cássimo, a Michele e o João, que está a coisa mais fofa, ao 1 ano e meio. A Michele falou uma coisa super interessante, que o leite é um santo remédio para os pequenos. Ela usa para TUDO! Até para desentupir o nariz do João e como anticéptico quando o danadinho se machuca. Sem contar que é ótimo para imunizar até das inúmeras infecções que os pimpolhos correm o risco de pegar em creche, por exemplo. É indiscutível a importância do leite até, pelo menos, os 2 anos da criança! 

E aquela história de vó que a criança chora muito porque o leite é fraco? Puro mito! “Não existe leite fraco! Todo leite materno é forte e bom. A cor do leite pode variar, mas ele nunca é fraco.”

Não posso deixar de comentar sobre a pergunta que nunca quer calar: Amamentar dói? Eu, particularmente, só senti dor nas primeiras semanas, na fase de adaptação. O Davi parecia que tinha dentes, eu via estrelas, mas respirava fundo e tentava curtir o memento.  Não foi nada que me fez pensar em desistir. Logo, logo a dor sumiu e o prazer que tive em troca valeu muito a pena.  O que me ajudou muito foi eu ter passado o meu próprio leite, no bico do peito, antes do início de cada mamada. Também usei a pomada Lansinoh. É ótima e o bebê pode mamar por cima.

Nossa, hoje escrevi demais. Mas temas como esse inspiram mesmo.

Mudando de assunto, tenho uma notícia bem triste. Lembram da Melissa? A bebê com o mesmo problema do Davi, da mãezinha de Planaltina? Infelizmente ela não resistiu! Nasceu no dia 09 de julho e teve uma parada cardíaca no dia seguinte. Vamos colocar esta família em nossas orações!

CURIOSIDADE: O bebê de 4 meses, 3ª semana – Todo mundo tem aquele momento em que a desorganização da casa começa a dar nos nervos, ainda mais com um bebê novinho. É difícil deixar tudo arrumado, se você tem de ficar cuidando do bebê o tempo todo. Pior ainda quando ele começa a segurar os brinquedos e jogá-los para todos os lados. Converse com seu parceiro e explique que aquilo realmente está atrapalhando sua vida. Juntos vocês podem achar uma solução. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Impor limites

4 comentários
Sabe aquela fase que o bebê quer atenção para tudo? Fica perdido entre as indecisões do que realmente quer e tal. Sinto que o meu pitoquinho está entrando nesta  onda. E para não perder todo o trabalho de disciplina que adotamos até agora, já comecei a colocar em práticas a dica mais famosa da Super Nanny – o cantinho da disciplina.

Estou sendo precipitada? Exigindo muito ou sendo muito dura do Davi em pleno  4 meses? Pode até ser, mas que está dando certo, está! Devido o refluxo, nesse último mês ele teve muita dificuldade para mamar. E agora ele começou com a mania de pedir peito e quando eu dou ele começa a brincar e dar birra como se não quisesse mais. Converso com ele, faço-o se acalmar e se não resolver digo: “Então você quer ir para o cantinho da disciplina, né?!”. Se o aviso não resolver, o mais importante é cumprir a palavra. Então eu o levo para o berço e me despeço.  É pa-pum! Ele fica calmo rapidinho, às vezes dorme, ou brinca, ou conversa com o móbile. Na próxima tentativa de mamada, lá está o pequeno comportadinho.

Impor limites é importante desde cedo. Não se deixe levar pela fofura do bebê, senão acaba perdendo a sua autoridade.

CURIOSIDADE: O bebê de 4 meses, 2ª semana – O bebê já sabe que é a estrela da casa e quer sua atenção o tempo todo. Crianças vivem para isso, e é comum que acabem jogando coisas no chão, batendo brinquedos ou chorem quando você vira as costas. Saiba que não é desaforo, apenas a descoberta do princípio de causa e efeito: ao chamar de algum jeito, você vem correndo! (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Shantala

3 comentários
Quem não gosta de uma bela massagem para relaxar ou aliviar dores? Os pitoquinhos também adoram. Nessa onda de refluxo, a Shantala tem sido uma grande aliada para mim e o Davizinho. Como o problema causa muitos gazes, faço Shantala várias vezes ao dia no meu filhote e o resultado é imediato. Por mais enjoadinho que ele esteja, rapidinho ele abre aquele sorrisão irresistível e volta às peripécias.

Aprendi o truque no livro “Shantala” (foto ao lado), de Frédérick Leboyer,  que a minha cunhadinha Carol me deu quando ainda estava grávida. É ótimo, super didático, ensina as massagens passo a passo. O mais interessante é que o autor fotografou a sequência completa da técnica indiana empregada por uma jovem mãe, a Shantala, que massageava tranquilamente o seu bebê numa rua da Índia.

Para quem nunca experimentou, fica a dica!

CURIOSIDADE: O bebê de 4 meses, 1ª semana – Você não vai nem acreditar, mas uma hora vai dar uma espiada e lá está seu bebê virando de bruços ou de barriga para cima por conta própria. Quando estiver de bruços, às vezes descansará a cabeça de lado e dobrará os joelhos, ficando com o bumbum empinado. Esse exercício, junto com a elevação da cabeça, vale como treino para daqui a alguns meses ele conseguir ficar de quatro e engatinhar. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Uni duni tê, o que vou comer?

3 comentários

Nesta semana a minha amiga Amandita me encaminhou uma matéria bem interessante sobre hábitos alimentares da revista Crescer. 

Desde antes de eu engravidar tinha consciência de que o que mais me daria trabalho na hora de educar os meus filhos a adotarem bons hábitos alimentares seria o meu marido. Pense numa pessoa que vive de besteiras. E quando eu falo que isso deve mudar, ele sempre me leva na brincadeira e mudar que é bom, nada. Resultado, casamos, engravidamos, estamos com o nosso pequenos e até hoje não consegui proibir a entrada de Coca cola e pizza na nossa casa. Tenho medo desse péssimo exemplo para o Davi.

Essa matéria retrata justamente isso, que os filhos espelham sua alimentação com o costume dos pais. E dá algumas dicas bem legais, como reunir a família à mesa em todas as refeições. Nada de TV e a mesa sempre bem posta e colorida com frutas e verduras. O resultado é, além de uma vida saudável, os dias mais produtivos aos pais e principalmente às crianças no desempenho escolar.

O Davizinho ainda não começou a introduzir alimentos sólidos. Então, ainda tenho uma pontinha de esperança desses hábitos entrarem na prática do meu lar, doce lar!

Vejam a matéria na integra. Clique aqui.

CURIOSIDADE: O bebê de 3 meses, 3ª semana – Que tal colocar uma música bem gostosa para tocar e pegar o bebê no colo para umas rodopiadas pela sala? Segure a cabeça dele e balance seu corpo para a frente e para trás, de um lado para o outro, devagar. A dança expõe a criança a movimentos suaves, algo que ainda desenvolvendo, mas não chegou a aperfeiçoar, além de ser um ótimo exercício físico e uma distração mental para você. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Maldita azia

2 comentários
Nessa última semana, o Davizinho passou bem enjoadinho, sentindo dor, com dificuldade para mamar, teve diarréia e algumas regurgitações mais fortes do que o normal.  Isso tudo é típico de refluxo e bem comum nos primeiros meses de vida. No primeiro dia que ele se mostrou diferente, o único sintoma que apresentou foi o choro histérico quando eu o deitava ou o colocava na posição de mamar. O meu marido consultou a nossa biblioteca e “A encantadora de bebês” descreveu exatamente o comportamento do Davi na parte sobre refluxo. Na segunda-feira, levei o meu pequeno à pediatra e ela nos tranqüilizou um pouco. O Davi está apresentando um quadro “sem muita importância”, pois não refletiu no seu peso e nem desenvolveu outras infecções.  A médica passou um remédio leve por 10 dias e pediu para observarmos se as dores continuariam. Nos dois primeiros dias, o remédio reagiu super bem, o Davizinho já estava animadinho novamente, tagarela e sorridente. Mas hoje ficou enjoadinho de novo.

Para quem não conhece, refluxo é uma azia bem dolorida. Quando o bebê mama, o leite vai ao esôfago, segue ao estômago e deve se manter por lá. Com o refluxo, além de o leite não permanecer no estômago, volta junto com o ácido estomacal, queimando o esôfago do bebê. 

Há diversos sintomas a serem observados. O mais comum é a regurgitação ou vômito, mas nem sempre os babies apresentam.  Em caso de suspeita, o melhor a fazer, em primeiro lugar, é entrar em contato com o pediatra. Inclinar o colchão do berço, evitar tapinhas no bebê ao fazê-lo arrotar e ter paciência durante a amamentação também são grandes aliados para o bem estar do bebê que sofre esse trauma.

CURIOSIDADE: O bebê de 3 meses, 3ª semana – Não dá para ver, mas as áreas do cérebro do bebê que controlam audição, linguagem, olfato e a habilidade de reconhecer objetos estão se desenvolvendo a cada dia. É por isso que seu filho se vira e começa a fazer barulhinhos ao ouvir a sua voz, nas primeiras tentativas de socialização. Para exercitar a comunicação, converse bastante com o bebê e até leia para ele, mesmo que ele ainda não entenda. (Fonte: Baby Center)
 

Minha Vida em Semanas... Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez