quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Natal feliz

5 comentários
Presentes arrecadados, ajudas extras também, lotaram o quarto do Davi! Roupa do Papai Noel prontinha,  o bom “velhinho” e toda a equipe do bem ansiosos. Foi assim a nossa última semana, até o sábado de manhã. Que festa lindaaaa!!! O Minha Vida em Semanas cumpriu mais uma meta, graças a vocês, leitores do bem, que abraçam e repercutem este trabalho divino!
Quarto do Davi lotado
Presentes prontos para a entrega
A magia do Natal chegou com tudo na manhã do dia 22. As Crianças ficaram encantadas com o Papai Noel (que não poderia ter sido melhor) e os adultos que participaram do evento, tenho certeza, que tiveram o Natal mais completo. Eu, particularmente, fui dominada pela felicidade e a leveza de sensação de missão cumprida. Se eu não tivesse tido um Natal tão lindo no ano passado, com a minha Estrelinha Mágica, diria que este foi o Natal mais maravilhoso que já tive na minha vida.
Papais Noeis


Crianças encantadas
Equipe linda

Mais uma vez, muito obrigada a todos que participaram! Com certeza o Davizinho fez festa lá em cima também! Que o Natal de vocês tenha sido tão encantado quanto o meu!
Davi, o responsável por tudo isso

Agora, que venha 2013 e apague todas as desgraças do ano do fim do mundo. Desta vez, não quero planejar absolutamente nada! Talvez, assim eu me surpreenda mais e me frustre menos. E quem somos nós para planejar algo, né? Temos mais é que viver o que já está programado para nós! SEM DÚVIDA, 2013 será muito melhor!
FELIZ ANO NOVO A TODOS!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Natal quase completo

6 comentários
É com muita alegria que grito:
TODAS AS CRINÇAS DA CASA DE MOISÉS FORAM ADOTADAS!
UHUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!
Graças a Deus e aos Papais e Mamães Noeis de bons corações, esses pezinhos serão calçados neste Natal!
Sou muito grata pela colaboração de todos!
Agora, para o Natal ficar completo, falta eu receber os presentes para o Papai Noel entregar à criançada no dia 22 de dezembro.
Até o dia 15 de dezembro, pretendo recolher todos os presentes. Por favor, vamos manter o contato, por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários do Blog, para combinarmos a melhor forma possível para a entrega dos presentes. Ah, e não se esqueçam de identificar os embrulhos!
Mais uma vez, muuuuuuuito obrigada, bons “velhinhos”!
SERVIÇO:
Festa de Natal na Casa de Mosiés
Data:
22 de dezembro de 2012
Período: Matutino
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322
Site: http://www.casademoises.org

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Ainda dá tempo para ser Papai Noel

6 comentários

Como estou feliz com calorosa participação dos meus amigos do bem na nossa campanha de Natal para calçar os pezinhos da Casa de Moisés! O trabalho está expandindo tanto, que já recebi e-mail até de outras cidades.
Obrigada, obrigada, obrigada! Muito obrigada, galera!
E quem aí ainda não entrou no clima de Natal? Ainda dá tempo de ser Papai Noel de uma criança liga que merece receber a magia desta data tão especial!
Confira a lista de adoção, escolha o perfil e informe, por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários do Blog, qual o pequeno você quer calçar.  A lista de crianças disponíveis à adoção é atualizada semanalmente.

Não se esqueçam de fazer um embrulho bem bonito e identificá-lo. Se quiser pode complementá-lo também com um brinquedo. Não precisam ser novos, o importante é ajudar!
Divulguem esta campanha! Juntos, levaremos a magia do Natal à Casa de Moisés.
Muito obrigada!
SERVIÇO:
Festa de Natal na Casa de Mosiés
Data:
22 de dezembro de 2012
Período: Matutino
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322
Site: http://www.casademoises.org

sábado, 24 de novembro de 2012

2 ANOS!

5 comentários
 
Parabénssssssssssss,
Uhuuuuuuuuuuuuuuu,
Parabénssssssssssss,
Uhuuuuuuuuuuuuuuu,
Hoje é o seu diaaaaaa,
Que dia mais FELIZZ!!!


Hoje o Minha Vida em Semanas... está completando 2 ANOs!!!
 
Que alegria comemorar mais um ano com os leitores mais lindos deste mundo! Muito obrigada pelo carinho, mensagens, amizades!
 
Quer dá um presente ao Blog? Adote uma criança da Casa de Moisés para você ser o Papai Noel neste Natal!
Escolha o perfil na tabela abaixo e informe, por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários do Blog, qual o pequeno você quer calçar.  Semanalmente, atualizarei a lista de crianças disponíveis à adoção.

 
 
Não se esqueçam de fazer um embrulho bem bonito e identificá-lo. Se quiser pode complementá-lo também com um brinquedo. Não precisam ser novos, o importante é ajudar!
Divulguem esta campanha! Juntos levaremos a magia do Natal à Casa de Moisés.
Muito obrigada!
SERVIÇO:
Festa de Natal na Casa de Mosiés
Data:
22 de dezembro de 2012
Período: Matutino
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322
Site: http://www.casademoises.org

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Ainda não é Papai Noel?

4 comentários
Estou vendo que o Natal será ótimo, muitos Papais Noeis já entraram em ação para calçar pézinhos das Casa de Moisés. Que alegria! Muito obrigada, gente!
Mas ainda têm muitas crianças para serem adotadas. Não perca tempo, escolha o perfil na tabela abaixo e informe, por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários do Blog, qual o pequeno escolhido.  Semanalmente, atualizarei a lista de crianças disponíveis à adoção.
 

Não se esqueçam de fazer um embrulho bem bonito e identificá-lo. Se quiser pode complementá-lo também com um brinquedo. Não precisam ser novos, o importante é ajudar!
Divulguem esta campanha! Juntos levaremos a magia do Natal à Casa de Moisés.
Muito obrigada!
SERVIÇO:
Festa de Natal na Casa de Mosiés
Data:
22 de dezembro de 2012
Período: Matutino
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322
Site: http://www.casademoises.org

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Então, é Natal...

11 comentários
Gente, o Natal já está aí! Já pensou em ser Papai / Mamãe Noel para uma criança que precisa de ajuda constante para poder sonhar?
Uma amiga, que tem me ajudado bastante nas campanhas da Casa de Moisés, teve uma ideia excelente que irá transformar o Natal da instituição. Cada criança terá o meu próprio Papai Noel, que irá preparar um presente especial a ela, recheado de amor e carinho. E VOCÊ pode ser um desses “bons velhinhos”!
As crianças estão muito carentes de calçados. Então, a principal missão dos “Papais Noeis” é ajudar a calçar os pezinhos da Casa de Moisés.
Organizamos uma lista das crianças que vivem na instituição, com nome, idade, aniversário, numeração de calçados e manequim. Agora, você já pode adotar uma criança! Basta escolher o perfil na tabela abaixo e informar, por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários do Blog, qual o pequeno escolhido. Semanalmente, irei atualizar o blog para informar as crianças que ainda estarão disponíveis para a adoção.

A nossa festa de Natal será realizada no dia 22 de dezembro. Quem quiser participar, será bem-vindo. Aos que não poderão comparecer, recolheremos as doações até o dia 20 de dezembro.
Papais Noeis, façam um embrulho bem bonito, não se esqueçam de identificá-lo e, se quiser pode complementá-lo com um brinquedo. Não precisam ser novos, o importante é ajudar!
Ah, e até o dia 30 de novembro, a Vakinha para as obras do orfanato estará aberta. Alimente esta ação!
SERVIÇO:
Festa de Natal na Casa de Mosiés
Data: 22 de dezembro de 2012
Período: Matutino
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Vamos ajudar?

3 comentários
Brinquedoteca lindaaaa, dispensa quase pronta e abastecida, janelas instaladas... Essas foram parte do tsunami de emoções que tive na última visita à Casa de Moisés, no dia 12 de outubro.

Diante de tudo isso, lembrei-me como o meu marido e eu penamos para encontrar uma instituição séria para desenvolver o nosso projeto pessoal. Foram seis meses de pesquisas constantes, contatos sem retorno, até que encontramos a Casa de Moisés. Hoje vejo que esta demora valeu a pena, afinal não há nada melhor do que ver as coisas andando de verdade.
Muito obrigada a todos que nos ajudam sempre. Todas as doações são sempre muito bem recebidas. E aos amigos que acham que doaram “pouco”, com R$10, por exemplo, vejam o resultado das suas doações, essas obras lindas que já estão sendo usufruídas pela criançada!

Agora, gostaria de pedi mais uma ajuda. Não gosto e nem costumo pedir dinheiro, mas hoje recebemos uma ligação do orfanato, pois estão com dificuldades para pagar os pedreiros. E para não correr o risco de o trabalho parar, a instituição precisa de R$800,00 para a mão de obra.
Quem puder ajudar com QUALQUER quantia, criei uma conta no site Vakinha.
Deixo também a conta bancária da instituição:
Banco do Brasil
Casa de Moisés
Ag: 4590-x
C/C: 11524-x

Qualquer dúvida, por favor, entre em contato comigo pelos comentários ou por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com).
Mais uma vez, muuuuuuuuuuito obrigada! 

SERVIÇO:
Casa de Mosiés
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322
Site: http://www.casademoises.org

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Feliz Dia das Crianças!

5 comentários

Nunca tive um 12 de outubro tão lindo como o do ano passado, mesmo dentro de um hospital, com o meu pitoquinho na UTI. E quem diria que eu iria acertar em cheio o presente que demorei horas escolhendo numa loja de brinquedos, com tanto amor, o primeiro e único presente de Dias das Crianças que dei ao meu filho, o presente que mais marcou a vida dele. 


Lembro-me como se fosse hoje, as mãozinhas dele amassando o pacote para ouvir o “crack, crack”, os seus olhinhos brilhando quando viu as cores e a carinha feliz do CD Player da Fisher Price, o seu sorriso contagiante ao ouvir aquela voz que faz parte da família, depois que se tem um bebê: “A, B, C, D, E, F, G, H, I, J, K, L, M, N, O, P, Q, R, S, T, U, V, X, Z, vamos aprender o nosso ABC”. E, para ele, brinquedo algum superou aqueles disquinhos coloridos.

Espero que hoje nós consigamos fazer os olhinhos das crianças da Casa de Moisés brilharem como os do Davi! Muito obrigada a todos os amigos que colaboraram e lotaram o meu carro com doações, mais uma vez!

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS A TODOS OS PEQUENOS! 

Em especial, à minha estrelinha!

Vou compartilhar a mensagem que a equipe maravilhosa do HCor fez no ano passado aos pais dos pequenos grandes guerreiros:

“Papai e mamãe,
Hoje é Dia das Crianças e sei que vocês gostariam de me levar para passear, brincar, escolher meu presente, enfim, sei de tudo que se passa nos seus coraçõezinhos. Porém, agora estão cuidando do meu e aqui não é tão ruim assim. Por isso, vamos fazer nossa comemoração aqui. 
Sei também que esta data é simbólica, pois para vocês, cada dia meu é muito importante e significativo. Cada dia meu é uma comemoração e para vocês todo dia é meu Dia da Criança. E saber que vocês estão ao meu lado, torna este dia e todos os outros dias inesquecíveis!”

sábado, 29 de setembro de 2012

Dia das Crianças

4 comentários





Olá, mãezinhas e leitores da minha vida! A correria louca do dia a dia me fez sumir, mas não me esqueci de vocês.

O Dia das Crianças está chegando e para comemorar esta data tão especial decidimos visitar o orfanato Casa de Moisés no dia 12 de outubro. Infelizmente não tenho conseguido voltar à instituição com frequência, mas tenho recebido muitos contatos de pessoas do bem que têm mobilizado campanhas para ajudar a casa.

Como já publiquei anteriormente, a Casa de Moisés, localizada em Águas Lindas de Goiás (GO), município precário e um dos mais violentos do país, é um orfanato fundado há 17 anos, fruto do trabalho da Mãe Vera, uma senhora que cuida de crianças há 40 anos. Apesar de simples, o abrigo promove um trabalho sério, em busca de oferecer um futuro digno, sem drogas e fora da criminalidade, aos mais de 60 jovens, entre três meses e 12 anos. São crianças órfãs, abandonadas, resgatadas de agressões e abusos sexuais ou filhos de pais que não têm condições sociais ou de saúde para criá-los.

As maiores carências da instituição são:
  • Produtos de higiene e limpeza
  • Mucilon para os bebês
  • Fraldas descartáveis.

Mas, roupas, calçados, brinquedos, alimentos ou qualquer outro tipo de doações, com certeza serão sempre bem-vindas.

Quem quiser ajudar, por favor, entre em contato comigo por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários, que combinamos a melhor forma para me entregar os donativos. Ou ainda, se você tiver o interesse de conhecer o abrigo, acesse o site criado por um voluntário ou faça uma visita. Assim, você também levará muitos sorrisos à criançada!

Serviço:
Casa de Mosiés
End: Quadra 57, lote 16, Área Especial, setor 7, Águas Lindas do Goiás – GO
Tel: (61) 3618-5322

Muito obrigada!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Eles são mais fortes do que você!

10 comentários

Sorriso mais lindo depois de uma complexa cirurgia cardíaca

Desde domingo, um grande pai tem me inspirado muito a escrever, agradecer mais ainda pelos 383 dias que passei com o meu pitoquinho, dar mais valor também às coisas simples da vida, enfim, tudo que Davizinho mostrou para mim e para muitos, em sua curta jornada. Este pai é o cara que teve uma brilhante ideia de fazer com que o seu filho, Felipe, de 13 anos, que tem paralisia motora devido à falta de oxigenação ocorrida durante o parto, realizasse o sonho de jogar futebol. Ele desenvolveu uma bota gigante para o pai e o filho calçarem juntos. Resultado: Felipe não escondia a felicidade ao correr atrás da bola, o jogo foi completo por sorrisos lindos e cativantes, além de ter sido o artilheiro da partida!

Esta história foi apresentada também no programa Encontro com Fátima Bernardes, na última quarta (15). Foi tema de um debate rico em informações e depoimentos. A escritora Fernanda Young falou pela primeira vez sobre a sua filha que tem uma doença congênita e hidrocefalia. “Nunca falei sobre isso para não parecer que é um tipo de apelo”, revelou. Mas, o que mais me chamou atenção no depoimento de Fernanda Young foi a seguinte colocação: “Quando a gente é agraciado pela sorte de ter um filho especial é porque nós somos abençoados e somos capazes.” Concordo plenamente! Pois eu fui a escolhia da dar o maior amor do mundo ao Davi e capaz de ser feliz junto com ele, mesmo diante de todas as dificuldades!

A atriz Isabel Fillardis, que tem um filho com uma síndrome rara que compromete o desenvolvimento, a chamada Síndrome de West, também participou da discussão e completou: “Você (Fernanda Young)fez muito bem de ter falado. Tem que falar mais, não é apelativo. Eu também achava que seria, mas é que a gente passa por tanta dificuldade. Recentemente, eu recebi o depoimento de uma mãe e foi marcante porque eu senti tudo o que ela sentiu. Eu senti vergonha, senti inveja das outras mães porque tinham os filhos normais. E agora eu posso falar porque eu já senti. Tem muita mãe e pai ouvindo a gente em casa”.

Assistindo ao debate, eu me visualizei em diversos pontos e me emocionei muito. Quem tem filho especial sofre muito mais com os preconceitos da sociedade do que com o problema de saúde em sim. É claro que não é fácil lidar com vida hospitalar, medicamentos e cuidados especiais. Mas, é doloroso passear com o pequeno, sentir a felicidade dele e perceber pessoas observando-o com pena, por exemplo.

No meu caso não era muito recorrente, pois o Davi não apresentava características físicas. Mas quando eu falava sobre o problema dele, todos o fragilizavam de uma forma irritante! 

Essas crianças são mais forte do que qualquer outra, mas fortes do os próprios pais que conseguem vencer qualquer limite para dar vida ao seu fruto, e infinitamente mais forte do que você, que só consegue enxergar fragilidade nelas. Se brincar, conseguem até ser mais felizes, pois são capazes de curtir as mínimas coisas, aquelas que você deixa passar porque alguma futilidade chama mais a sua atenção.

Para quem não assistiu ao Fantástico, no último domingo, ou ao Encontro com Fátima Bernardes, na última quarta, vale a pena conferir. Clique aqui!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Metamorfose

3 comentários

Já parou para pensar, por que a gestação é acompanhada por semana? Confesso que eu não tive tempo para procurar uma resposta científica. Mas aos meus olhos de ser humano e de mãe, é impressionante a metamorfose que ocorre num período tão curto como este. E essa velocidade de mudança não encerra junto com a gravidez.  A criança sofre transformações que os nossos olhos não são capazes de acompanhar em tempo real, só as fotos para guardar lembranças tão gostosas como estas.

É por isso que digo às novas mamães que me rodeiam: NÃO ECONOMIZEM EM FOTOS! Tudo bem que eu uso este atributo em exagero (kkkkk...), mas vale muito a pena. Principalmente na fase em que o mundo não influencia tanto na criação do seu pequeno, na fase em que o mundo do bebê se resume na mamãe.  Vai chegar uma hora que nem você, mãe, vai acreditar como o seu filho (a) mudou tantooooo!

A cada roupinha comprada ou ganhada com tanto carinho, a cada movimento novo, ou expressão diferente, vale um flash! Aconselho até andar com a câmera pendurada na cintura, pela casa, para não perder momentos mágicos a serem filmados, como eu perdi. Sempre quando eu corria atrás da filmadora, o Davi fingia que nada aconteceu! Kkkkkkkkkkkkk...

#Ficaadica 

terça-feira, 10 de julho de 2012

Choro também deixa saudade

10 comentários

Você já se imaginou sentindo saudades daquele chorinho manhoso, dengoso, de fome ou seja lá por qual motivo? Já me deparei nesta situação pelo menos duas vezes, momentos que me marcaram de verdade.

A primeira foi na segunda internação do Davizinho, quando ele passou semanas entubado na UTI e ele só conseguia se comunicar conosco através do olhar. Quando ouvia outro bebê chorar, pensava: Ai, que delícia de som, queria tanto ouvir do meu filhote!  E a segunda, que será eterna, aperta o meu peito há três meses.

Ontem (09), à noite, estava lanchando com o meu marido e um bebezinho fez a minha saudade despertar. Parecia que estava com cólica, aquele choro agudo, mostrando dor e a mamãe fazendo de tudo para aliviar o desconforto da criança. Neste momento, vieram flashes na minha cabeça. O Davi chorou pouquíssimo, comparado com outros bebês que eu conheço. Mas quando chorava, 80% das vezes significava MAMÃE!


Este vídeo foi gravado pelo meu rimão, num dia que precisei sair e ele ficou com o Davi. O Davizinho só se acalmou quando assistiu a ele mesmo chorar! Rs...
Todas as alternativas do bem são válidas!

Lembrei também de algumas mães que eu conheço que não têm a mínima paciência com o choro de seus filhos ou não sentem saudades da fase que eles são extremamente dependentes. Para mim isso é de partir o coração. Então só vinha em minha mente: Valorize o choro de seu bebê, ele deixa saudade! Seja por qual motivo for ou por quanto tempo irá demorar a sentir, a saudade irá aparecer.

O choro deles é a forma de comunicação mais eficaz que esses pequenos conseguem se expressar. Pelo bem deles, respeite, valorize e atenda a necessidades de forma materna.

Existem dicas para traduzir os tipos de choro. Lembre-se: as crianças não são iguais, portanto, o choro varia de um para o outro.

Fome: gemidos semelhantes a um apelo que não cessam com carinhos somente quando estiver satisfeito.
Dor: grito agudo seguido de um pequeno intervalo.
Fralda suja ou roupa desconfortável: choro fraquinho e estridente.
Cólica: choro agudo e intenso, normalmente leva a criança a esticar e encolher as perninhas, tremer o queixo e fazer cara de dor.
Frio ou calor: é um choro copioso de desconforto.
Excesso de estímulo ou irritação: é um choro meloso que ocorre ao fim de um dia movimentado.
Sono: criança agitada e com choro nervoso.
Emocional: choro geralmente é acompanhado de soluços, como se o pequeno estivesse meio "engasgado" de raiva ou brabeza.

Elimine cada opção até chegar em uma que acalme seu bebê. Se o choro persistir, o bebê pode estar com febre ou com alguma dor. Não ofereça remédios sem orientação médica. Procure o pediatra do seu filho e com ele descubra o que o pequeno tem.

DICAS
0 a 3 meses – é um período que a criança tem muitas cólicas. Para evitá-las, faça massagens na barriga do seu bebê e mexa suas perninhas (bicicleta) de duas a três vezes ao dia e não somente nos períodos e cólicas.
3 a 6 meses – continue somente com leite materno, além de satisfazer a necessidade de sucção de seu bebê, não sobrecarregará o seu rim e intestino com nutrientes pesados contidos em outros tipos de alimentos, evitando assim desconfortos.
6 a 12 meses – Criança não sabe o que é manha ou birra até os 12 meses. Por isso, se a criança chorar, atenda e verifique as causas do choro.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

A vida continua

24 comentários

Quando eu era pequena e me deparava com situações de perdas, pensava: se um dia eu perder a minha mãe ou o meu pai, ninguém da escola vai saber, vou guardar este segredo a sete chaves (morreeeendo de medo disto acontecer de verdade)! E tinha esta percepção porque não queria que as pessoas associassem a tristeza à minha pessoa, por mais derrotada que eu estivesse num momento tão delicado como estes. E não é que de certa forma eu estava certa?

Depois que perdi o maior amor da minha vida, senti um “baque” nos momentos que chegava em algum lugar, por exemplo. A impressão que dava era que todos se obrigavam a lamentar a minha perda e no final das contas eu que acabava consolando as pessoas. Sem contar que eu me surpreendi comigo mesma. Imaginava que, numa condição desta, não conseguiria voltar a viver. Mas Deus dá a cruz que cada um consegue carregar. E é imprevisível a sua reação diante de QUALQUER situação.

Perder alguém que amamamos é insuportável, uma dor indescritível e incomparável, por mais que você tenha passado por situações parecidas. Nunca é igual! Você pode até ter perdido um filho também, mas se ele estava bem e feliz em casa, é muito diferente do outro que estava hospitalizado, ou de um que sofreu acidente de carro, ou até se foi assassinado. Não estou classificando a pior dor, mas, de fato, tudo isso é incomparável! Sem contar a ligação que existiam entre mãe e filho. Por mais que amor materno por si só já seja imensurável, o pacto que existiu entre eles varia sim.

Além de lidar com essa guerra de sentimentos, temos ainda as decisões a serem tomadas. O que fazer com tudo que ele deixou? Para essas coisas não existe regra. Eu optei seguir o meu coração e buscar o bem-estar da minha família. Então, guardei as coisinhas mais marcantes do Davi, vendi o seu quartinho e doei muuuuuuuitas roupinhas e brinquedos a quem realmente precisava. Diminuiu a minha dor? Com certeza não! Mas me senti muito bem ajudando quem precisava. Afinal, quando mais precisamos para lutar contra o problema do meu filho, recebemos ajudas de anjos.

Muitos me perguntam: Por que eu não guardei tudo, se sou nova e terei mais filho? Se Deus me der mais uma vez esta benção, quero viver tudo intensamente como vivi para o Davizinho. Afinal, é tão gostoso escolher as roupinhas, o quartinho... O Davi é insubstituível, mas espero ser a mãe que fui para ele aos meus outros filhos, sem comparações, mas com a mesma intensidade de amor.

Diante de tamanha perda, o meu filho deixo um mar de lições. Ele viveu por 1 ano e 18 dias lutando e mostrando o valor da vida a cada dia. Então, quem sou eu para me entregar à tristeza e não continuar a minha missão? Se eu consegui voltar a sorrir, não significa que eu o esqueci! Pelo contrário, quer dizer que ele ainda está vivo em mim e continua me passado toda aquela força que sempre teve. E volta e meia eu o agradeço por toda esta força, que tenho certeza que vem dele! Nos momentos mais frágeis, que tenho as minhas recaídas, peço desculpas, pois sei que estou prendendo o meu anjo de alguma forma. Agora ele tem asas lindas para voar. É muito egoísmos de a minha parte prendê-lo a todo o momento para buscar consolo. 

Há muito tempo queria escrever isto, mas não encontrava o momento ideal. Enfim, é só um desabafo...

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Presente de Davi

8 comentários
Eu já falei como amo escrever para cá, né? E o quanto que é gratificante descobrir que a minha “brincadeira”, que faço com tanto amor, não é em vão?

Mais um presente lindo do meu filho,
leitoras e amigas lindas

Durante o um ano e meio do Minha Vida em Semanas... conheci pessoas maravilhosas que me incentivaram continuar, me mostraram que eu as ajudo de alguma forma direta ou indiretamente (quase sempre indiretamente). Isso é um presente do meu filho! Afinal, se não fosse pela sua história tão emocionante, de garra, superação, vitórias e lições, este seria apenas mais um blog de uma mãe que tenta transmitir ou desabafar a magia da maternidade.

Ontem, eu me encontrei com duas leitoras lindas, que juram que eu que as ajudei a dar mais valor à vida. Mero engano, meninas! Eu que agradeço pelo carinho e por terem entrado em contato comigo nos momentos certos para me passar tantas energias positivas!

Como a Amanda (leitora) disse: é difícil entender como o Davi se foi depois de vencer tantas batalhas difíceis. Mas nada nesta vida é em vão e um dia teremos a resposta. Em troca dos suores árduos e lágrimas frias, tivemos momentos inesquecíveis e insubstituíveis. E de brinde, ganhei amigos pelo Brasil a fora, que também me ajudam e me ensinam profundamente!

Obrigada, meninas!

domingo, 20 de maio de 2012

Visita do bem

4 comentários
Ajuda de leitores geram lindos sorrisos
Sorrisos, abraços, carinho e ser chamada de tia com o mais sincero amor, que só criança consegue transmitir. Ganhei tudo isso no último sábado (19), na nossa segunda vista à Casa de Moisés! Mas uma vez, obrigada a todos que colaboraram! Conseguimos arrecadar um porta-malas recheado de roupas, fraldas, calçados, roupas de cama, toalhas e brinquedos, além de o valor em dinheiro que dará para comprar a metade das janelas do novo projeto que está sendo executado na instituição.

Agora, a nossa próxima meta é roupas de frio e cobertores. Neste ano, o frio chegou com tudo, né?! No ano passado, devido à situação precária de infraestrutura do orfanato, os agasalhos e cobertores mofaram e tiveram que ser descartados, pois estavam prejudicando a saúde das crianças. Então, estamos fazendo uma campanha para aquecer o outono/inverno da Casa de Moisés.

Como já falei, pelo menos uma vez por mês, pretendemos visitar o orfanato. Quem tiver interesse em ajudar, entre em contato, por meio de comentários aqui no blog ou por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com).

Mais uma vez, muito obrigada! Receber sorrisos tão lindos e sinceros, não há dinheiro que se pague! Pena que não posso publicar fotos das crianças...

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães...

24 comentários

...A você que fica radiante com a gestação e consegue curtir passo a passo;

A você que sentiu aquela emoção indescritível no ato de dar a luz;

A você que ficou impressionada por ter gerado um “minivocê”;

A você que já teve o maior dom que uma mulher pode conceber – amamentar;

A você que sentiu um aperto doloroso no peito ao receber alta da maternidade sem poder levar o seu filho contigo;

A você que perdeu a identidade após ganhar neném;

A você que fica em segundo plano para você mesma, depois que gera uma vida;

A você que acompanhou a sua filha ou nora no resguardo;

A você que teve a experiência de conhecer o seu bisneto;

A você que não consegue parar de babar o seu bebezinho, que eternamente será o SEU BEBEZINHO;

A você que acha e quer que todos concordem que o seu filho é o mais lindo do mundo;

A você que fica orgulhosa quando o seu pequeno é bombardeado de elogios quando vai à rua;

A você que é acordada com um chorinho manhoso que significa “MAMÃE”;

A você que se orgulha imensamente com CADA evolução do seu pequeno;

A você que faz de tudo para conseguir aproveitar 48h por dia com essa coisa gostosa;

A você que não resiste àquela carinha de sapeca, mesmo depois de uma arte daquelas;

A você que dá motivos para ele provar ao mundo que você é insubstituível;

A você que é capaz de fazer coisas quem nem um superherói conseguiria fazer por alguém;

A você que tem a sensação que aprende mais do que ensina, com alguém tão pequenininho;

A você que se empolga mais para organizar uma festinha de aniversário, por mais simples que seja, do que para organizar o seu próprio casamento ou algo do tipo;

A você que enlouqueceu quando ouviu o primeiro “MAMÔ.

A você tem o prazer de ganhar diariamente o beijo mais gostoso do mundo;

A você que já exibiu o seu minifantoche batendo palminhas, dançando a sua musiquinha preferida, mandando beijos etc;

A você que ganha o dia com uma gargalhada gostosa pelo o motivo mais banal do mundo;

A você que se diverte numa loja de brinquedos mais do que o seu filho;

A você que sonhou ou ainda sonha loucamente com aqueles primeiros passinhos;

A você que tem a graça de presenciar os miniolhinhos brilhando, mesmo que seja lá no céu;

A você que mesmo depois de sentir a maior dor do mundo, conseguiu voltar a sorrir... 

FELIZ DIA DAS MÃES 
A VOCÊ QUE SE IDENTIFICOU EM ALGUMA PARTE 
E A MIM QUE VIVI TUDO ISSO INTENSAMENTE!!!

quinta-feira, 26 de abril de 2012

EDIÇÃO EXTRA!

22 comentários

Hoje, minha cunhadinha, Cíntia, mandou-me um e-mail que me desabou em lágrimas. Lindo, muito profundo e PARA MIM! Obrigada, cunhadinha! Preciso compartilhar!

“Este ano, aproximadamente 1.000.000 de mulheres serão mães de crianças com alguma deficiência. Alguma vez você já se perguntou como Deus escolhe as mães dessas crianças?

De alguma forma, eu visualizo Deus passeando sobre a Terra, selecionando seus instrumentos para preservação de espécie humana com grande cuidado e deliberação. Na medida em que vai observando, ele manda seus anjos fazerem anotações num bloco gigante:

- Elizabete Souza, vai ter um menino.

- Mariana Ribeiro, menina.

- Claudia Antunes, esta terá gêmeos.

Finalmente Deus diz: Deborah Kelly Ramos de Souza, para esta mande uma criança de coração especial.

O anjo, cheio de curiosidade, pergunta: Por que justamente ela, Senhor? Ela é tão feliz.

- Exatamente, responde Deus, sorrindo. - Eu poderia confiar uma criança de coração especial a uma mãe que não conhece o riso? Isto seria cruel!

-Mas será que ela vai ter paciência o suficiente? Pergunta o anjo.

- Eu não quero que ela tenha paciência demais, senão ela vai acabar se afogando num mar de desespero e autocompaixão. Quando o choque e a tristeza iniciais passarem, ela controlará a situação. 
Eu estava observando hoje, ela tem um conhecimento de si mesma e um senso de independência que são raros e, ao mesmo tempo, tão necessários para uma mãe. Veja a criança que vou confiar a ela, vai ter seu mundo protegido pela família; a família terá que ajudar esta criança com o mundo e isto não será nada fácil.

Deus sorri e diz: Esta mãe é perfeita. Ela tem a dose exata de egoísmo de que vai precisar.

O anjo engasga: Egoísmo? Isto é uma virtude?

Deus balança a cabeça afirmativamente e diz: - Se ela não for capaz de se separar da criança de vez em quando, ela não vai sobreviver. Sim, aqui está uma mulher a quem vou abençoar com uma criança de coração especial.

- Ela ainda não tem consciência disto, mas ela será invejada. Ela nunca vai considerar banal qualquer palavra pronunciada por seu filho. Por mais simples que seja um balbucio desta criança, ela o receberá com um grande presente. Nenhuma conquista da criança será vista como corriqueira. Quando a criança disser “mamãe” pela primeira vez, esta mulher será testemunha de um milagre e saberá reconhecê-lo.

- Quando ela mostrar uma árvore ou um pôr do sol ao seu filho e tentar ensiná-lo a repetir as palavras árvore e sol, ela será capaz de enxergar minhas criações como poucas pessoas. Eu vou permitir que ela veja claramente as coisas que Eu vejo: ignorância, crueldade, preconceito; e vou fazer com que ela seja mais forte do que tudo isto.

- Ela nunca estará sozinha. Eu estarei ao seu lado a cada minuto de cada dia, porque ela estará fazendo meu trabalho e estará aqui ao meu lado.

E qual será o Santo protetor desta mãe? Pergunta o anjo com a caneta na mão.

Deus novamente sorri e responde: Nenhum. Basta que ela se olhe no espelho.”

Sem palavras...

terça-feira, 24 de abril de 2012

Ajudar faz bem²

6 comentários

Já ouvi dizer por aí que trabalho voluntário reduz a depressão... Se é verdade ou não, não sei. Mas, para mim, tem trazido ótimos resultados! 

O Davizinho teve uma missão curta entre nós, mas, QUE MISSÃO! Em um ano e 18 dias foi capaz de dar tantas lições. Cada dia me orgulho mais do meu pitoquinho. E a cada dia desvendo lições que ficaram camufladas entre todas as maravilhas evidentes. 

Quando o meu marido e eu recebemos o diagnóstico do Davi, começamos a jornada de obter informações sobre o assunto, buscar os melhores profissionais e métodos para adotarmos, além de procurar equilíbrio para não passar nenhuma energia negativa ao nosso bebê. E desde o início, Deus colocou diversos anjos em nossas vidas. Tudo se encontrou perfeitamente. Conseguimos uma equipe médica maravilhosa (obstetras que acompanharam o meu pré-natal, equipe do SUS de SP, cirurgiões, pediatras, fisioterapeutas...), a melhor estrutura hospitalar que poderíamos oferecer ao nosso filho e uma vida confortável à criança mais linda que o universo já teve. Fizemos sim a nossa parte para tudo isso acontecer, mas já perdemos as contas de quanta ajuda recebemos para tudo isso ter se tornado real! 

Não só por gratidão a isso tudo, achei o meu ponto de equilíbrio ajudando a quem precisa. E a cada ajuda que realizo, a minha noite é fortemente iluminada por uma estrela linda. Tenho certeza que é ele! E sem dúvida, gritando alegremente um “Ahhhhhhhhhhh!”, lá de cima!

Neste fim de semana, o meu marido e eu começamos uma nova missão, adotamos um orfanato humilde, localizado em Águas Lindas de Goiás (GO), município precário e um dos mais violentos do país, a Casa de Moisés. Uma senhora, conhecida por Mãe Vera, que cuida de crianças há 40 anos, fundou a instituição há 17 anos. Apesar de simples, o abrigo promove um trabalho sério, em busca de oferecer um futuro digno, sem drogas e fora da criminalidade, aos mais de 70 jovens, entre três meses e 18 anos. São crianças e adolescentes órfãos, abandonados, resgatados de agressões e abusos sexuais ou filhos de pais que não têm condições sociais ou de saúde para criá-los.
Mãe Vera



Na nossa primeira visita, levamos as últimas coisas que restaram do Davi e doações de alguns amigos. A nossa meta é voltar mensalmente à Casa de Moisés para ajudar no progresso da instituição. Atualmente, o orfanato está desenvolvendo um prédio que irá oferecer brinquedoteca, salas de estudos, informática, salas de apoio, dispensas para mantimentos e auditório. Tudo isso, por meio de doações. Então, pretendemos ajudar com as 18 janelas que faltam para a obra. E para isso, contamos com a colaboração de nossos amigos e familiares. 

Sonho das crianças ainda precisa de ajuda para se realizar
Quem puder ajudar, com qualquer quantia que seja, por favor, deposite na minha conta. Sempre que eu receber os depósitos, entrarei em contato para confirmar o recebimento. E no dia da entrega, passarei os nomes de todos os colaboradores à Mãe Vera!

Conta:
Banco do Brasil
Deborah K R Souza
Ag: 2888-6
C/C: 10.855-3

Roupas, brinquedos, fraldas, calçados, roupas de cama e berço, materiais escolares, produtos de higiene ou qualquer outra coisa conveniente que me esqueci de citar, também são bem-vindos! Quem tiver doações, entre em contato comigo por e-mail (minhavidaemsemanas@gmail.com) ou pelos comentários, que combinamos a melhor forma para me entregar os donativos.

Muito obrigada pela atenção e com certeza as crianças ficarão super felizes com a sua participação!

domingo, 8 de abril de 2012

Missão cumprida

13 comentários

Último momento de alegria

Que dor, nunca senti uma dor tão insuportável quanto à da última terça-feira (03). Muitos ainda não entenderam o que aconteceu e eu simplesmente não consigo acreditar. É inaceitável ver a pessoa mais importante da sua vida tão bem, brincando, dançando, cantando e te enchendo de beijos e pouquíssimas horas depois encontrá-lo numa moleza, ao ponto de você tentar transferir todas as suas forças a ela. Isso tudo começou com um grande esforço que o Davizinho enfrentou para fazer coco. Em seguida, uma sessão de vômitos. Então, o levamos ao hospital.

Diversas avaliações, mas nada levava ao diagnóstico preciso. A intoxicação alimentar, que estava na crença de todos, foi descartada após os resultados do hemograma completo. E o meu pitoquinho foi só piorando. Depois de uma longa batalha para achar uma UTI, em Brasília, com vaga, e outra para encontrar uma ambulância disponível, ele foi se agravando, mas finalmente, por volta das 2h da manhã da terça, conseguimos a transferência. Ao chegar ao segundo hospital, duas paradas cardíacas, mas felizmente conseguiram reanimá-lo. Depois de horas de procedimentos, fui liberada para ver o meu filho. Por mais grave que o estado dele estivesse, estava muuuuuuuuito longe de imaginar que aquela era a nossa despedida.

Fui para casa descansar e tentar passar forças ao meu marido. Não parava de tremer, mas a confiança era infinita. Às 9h, quando cheguei para visitá-los, recebi a notícia mais difícil de aceitar. Depois de mais três paradas, ele não resistiu, um infarto levou a alegria da minha vida. Repito, que dor, meu Deus, que dor! 

A única coisa que me resta é agradecê-lo diáriamente por ter sido MEU FILHO! Como disse no velório, nunca me senti tão amada por ninguém, na vida. Nem os meus pais e o meu marido conseguiram expressar tanto amor por mim. O Davi a todo o momento fazia questão de mostrar que eu era insubstituível. Só quem conviveu conosco tem a mínima noção do que eu estou falando e sentindo. E assim como eu era para ele, ele será eternamente para mim, amado e insubstituível!

Amor recíproco
O que mais dói agora? É chegar em casa e não ser recebida por aquele calor amoroso dele. É não ter mais aquela festa quando eu giro a chave da porta e ouvir um “Ahhhhhhhh!”, antes de entrar em casa. E ao entrar, não tê-lo mais pulando loucamente e tentando se jogar aos meus braços. As manhãs também estão bem difíceis sem aquela mãozinha me puxando para mamar, ou puxando o meu cabelo e me chamando: “mamã”, para me fazer acordar.

Davi, meu sonho repleto de amor
Apesar de tanta dor, estou, aos poucos, me conformando, pois com certeza foi o melhor para ele e agora ele não sente dor. Como disse o Diácono Alfredo, em seu velório, o mesmo que o batizou, eu sou mãe de um santo, que mudou a minha vida e de muitos que conheceram a sua história. 

Agradeço a todos pelo carinho. Quando bater a saudade dele, olhe para o céu, ele irá iluminar sempre as noites daqueles que o amam! Desde terça-feira, o céu está cada dia mais lindo, pois a minha estrela, a mais linda da constelação está sempre lá, nem que seja para me dar boa noite!

O Minha Vida em Semanas ficará um tempo parado, mas não quero tirá-lo do ar, pois por aqui conheci pessoas maravilhosas e o meu filho ajudou muita gente. Mais uma vez, obrigada por tudo!

A missa de 7º dia do Davi será realizada nesta segunda (09), às 18h30, na Igrejinha Nossa Senhora de Fátima, na 308 Sul. Quem não puder comparecer, por favor, não tire o Davizinho de suas orações.

Obrigada! 

Bjãozão,

De uma mãezinha tentando ter o mínimo da força que seu filho deixou transbordar durante 1 ano e 18 dias de vida.

Davi de Souza - *17/03/2011 - +03/04/2012

terça-feira, 27 de março de 2012

Vitamina S, SIM!

1 comentários

Criar filho já não é fácil, principalmente quando o pai e a mãe não entram em consenso para encarar a rotina do bebê.  Sempre vai ter alguma coisa que um dos dois não vai concordar. Lá em casa, a campeã de audiência é a tal da Vitamina S (Sujeira). Quando alguém vai conseguir colocar na cabeça do meu marido que ninguém consegue viver numa bolha? Ou que simplesmente o chão ou as bactérias do dia a dia fazem bem à saúde? Achava que só um superintelectual de Harvard seria capaz de vencer essa batalha. Ledo engano!

Ontem (26), o Jornal Nacional apresentou uma matéria justamente sobre isso. Uma pesquisa de Harvard mostrou que excesso de limpeza pode fazer mal à saúde e justamente nos primeiros meses de vida que a criança obtém os anticorpos mais fortes para se imunizar de certas infecções no futuro. Confira a matéria, clique aqui.

É tão delicioso ver uma criança toda lambuzada!

Ok, Deborah, respire fundo e paciência...

CURIOSIDADE: O bebê de 1 ano – Uma boa idéia é guardar uma parte de todos os presentes que ele ganhou de aniversário e ir entregando um por vez, de tempos em tempos. Você também vai precisar investir na organização: a partir de agora, brinquedos vão ter peças específicas, que precisam estar juntas. Use caixas e latas para guardar cada coisa (é melhor que jogar tudo dentro de um grande baú). Se a quantidade de presentes tiver sido exagerada, pense na possibilidade de doar alguns dos brinquedos novos (não só os usados) para uma entidade beneficente. (Fonte: Baby Center)

terça-feira, 20 de março de 2012

17 de março

3 comentários

Um aninho, o meu filhote já tem um aninho!!! Ainda não caiu a ficha, mas a emoção me domina. Nos nossos momentos de mãe e filho, que eu paro pra admirar toda a perfeição que gerei, cada traço de beleza, cada sorriso encantador, as perninhas saltitantes, os sonzinhos de felicidade (sim, sou MÃE CORUJA em caixa alta), as lágrimas não conseguem se segurar. Imaginem como eu fiquei no dia 17? Já acordei aos prantos, iluminada por um sol tímido, mas lindo, e o meu marido saiu do banho preocupado: “o que houve?  Você está bem?”. Não tinha força nem para responder, só balancei a cabeça dizendo que sim e ele já entendeu tudo, afinal, ele conhece a esposa manteiga derretida que tem.

Gente, foi tudo tão perfeito, do começo ao fim!!!

O Davizinho acordou, cantamos os parabéns pra ele como de costume, com um cupcake, mas dessa vez tinha uma velinha de 1 e um balão lindo e colorido de Happy Birthday. Ah, e o detalhe mais importante, ele batendo palminhas!!! Depois, adivinhem? Ele atacou o cupcake. Conheceu o tal do chocolate e já viciou. Foi uma guerra para acabar com a primeira parte da festa.


Eis que chega a festa oficial. Que sonhooooooo!!! Saiu tuuuuudo como planejei. A decoração maravilhosa de Fernanda Carvalho e o bolo (que bolooooo!!!) e doces divinos de Maggie Lima me deixaram alucinadas!!! Meninas, o talento de vocês é fora de sério! Parabéns!!!


E o Davizinho me surpreendeu! Nunca vi uma criança aproveitar tanto o seu primeiro aniversário como ele. Brincou com todo mundo, não podia ouvir a palavra "parabéns" que já batia palminhas, mostrou para todos a coreografia da música dos dedinhos e foi carinhoso com a mamãe o tempo todo, com beijos deliciosos na bochecha. E para fechar a festa, atacou os brigadeiros. Eita lambança gostosa!


Agora, papo de mãe. O primeiro aninho dos nossos pimpolhos é a coisa mais deliciosa do mundo, mas não é mole organizar! Eu que sou perfeccionista ao extremo, fico louca nos detalhes e enlouqueço qualquer um. Cada um tem os seus valores e devem ser respeitados. Investir mais em detalhes ou fazer algo mais simples? O que importa é ser feliz! Eu escolhi investir nos detalhes, ficar louca com a limitação da lista de convidados, mas saiu tudo como eu queria. Vale lembrar que a partir das próximas festas, TALVEZ, eu não terei tanto poder de escolha assim, afinal o Davi poderá conhecer o Ben 10 e cia, temas que me aterrorizam!!!

CURIOSIDADE: O bebê de 1 ano – Parabéns! Seu bebê já não é mais apenas um bebê. Nos próximos meses, ele vai querer ficar cada vez mais independente, descobrindo o mundo com seus próprios pés. Vai revelar seu senso de humor, vai cantar, falar cada vez mais e encher vocês de orgulho. (Fonte: Baby Center)

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Mamãe em forma

1 comentários
Vida de mãe é uma loucura, né? É papinha, roupinhas, fraldas, remédios, frutas, amor, carinho, bronca, brinquedos, brincadeiras, casa, marido, colo, mamadas, trabalho... Ufa, haja energia! Entre isso tudo e mais um pouco, tem que sobrar tempo para manter a boa forma. Afinal, qual filho não tem orgulho de ter uma mãe com tudo em cima?

Para as mamães que acham que é impossível conciliar toda a correria que a vida materna proporciona, a Folha postou nesta semana um álbum de ginástica materna bem legal. São exercícios que não dão brecha para a mulherada vir com desculpas que não tem tempo.

O pequeno chorou? Que tal acalmá-lo sobre a sua barriga e aproveitar para fazer umas abdominais? O bebê ganha colo, você pode fazer caras e bocas para arrancar algumas risadinhas dele e ainda terá um resultado aeróbico de brinde!


Vejam o circuito completo que você pode aplicar na sua rotina de mamãe! Clique aqui.

CURIOSIDADE: O bebê de 11 meses, 2ª semana – Seu filho simplesmente ignora quando você diz "não"? É possível que ele já esteja malcriado? Calma... Quando ele puxa o rabo do cachorro ou insiste em comer areia, está apenas sendo dominado pela curiosidade, que é natural nesta idade. Em vez de dar bronca, mostre como ele deve fazer carinho no cachorro, com cuidado, ou afaste-o da areia. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Vamos cair na folia?

2 comentários
Para muitos, o ano está prestes a começar, afinal no nosso país a rotina de trabalho engrena de verdade só depois do Carnaval. Como desta vez o meu não esperou a folia passar, não tive tempo para nada, nem de correr atrás de uma fantasia para o meu filhote. Mas ainda tenho esperança de que ele vai curtir o seu primeiro Carnaval a caráter.

Andei pesquisando modelos e olha os que me deixaram louca:

A turma do Chaves

 Popeyer

Pratada de macarrão
 

Umpa Lumpa

Ai, #eupreciso!

E onde vocês vão jogar confetes e serpentinas? Já decidiram? Para quem for ficar em Brasília, o point da terça-feira de Carnaval será o tradicional Bailinho de Carnaval do Terraço Shopping!  Este ano, a festa será animada pelo som da banda de pífaros “Ventoinha de Canudo”, com marchinhas e toda a alegria dos ritmos carnavalescos. Além disso, a criançada vai enlouquecer com a atração da Galinha Pintadinha II Cover. O seu filho ainda pode ser o destaque da festa no desfile de fantasias. O Bailinho será no dia 21 de fevereiro, das 14h às 19h, no Terraço Shopping (Octogonal).


CURIOSIDADE: O bebê de 11 meses – Peça um beijo, pode ser que você ganhe um. Nesta idade, os bebês já conseguem seguir algumas instruções, como entregar um brinquedo ou fazer "tchau". Talvez seu filho já esteja falando "mama" e "papa", ou quem sabe fale um idioma que só ele conhece. Continue conversando com seu filho, contando a ele o nome dos objetos e das pessoas. Quanto mais fizer isso, mais rápido o vocabulário dele vai crescer. Experimente fazer perguntas: "Onde está a barriga do nenê?". Ele pode responder com gestos. (Fonte: Baby Center)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Acelerando o passo

0 comentários
Agora sim as coisas estão melhorando. Nesta semana o Davi começou as sessões de fisioterapia. E para a minha imensa surpresa, ele curtiu muuuuuuuuuuito! Até terça-feira eu não tinha visto ainda o meu filho sorrir para uma fisioterapeuta vestida de branco. Ele não só sorriu, como se desenvolveu super bem, sem reclamar nenhum segundo durante os exercícios. Parecia que estava brincando. Foi uma delícia!

Durante a semana, ele já apresentou evoluções. Levantou-se algumas vezes para sentar, se manteve em pé no sofá quando foi colocado e ameaçou de rolar até o chão.

Acredito que o segredo de tais progressos foi o horário definido para trabalhar com ele. As sessões são no início da tarde, depois que ele está de barriguinha cheia, de banho tomado e relaxado. É incrível a alegria dele quando chega à clínica. Conversa e sorrir para todo mundo e leva tudo como uma gostosa brincadeira.

Como nem tudo é um mar de rosas, ontem (02), a preguiça tomou um pouco de conta. Começou a sessão bem, mas rapidinho só queria saber de colo. Paciência, né? Mas, estou muito feliz com o desempenho dele!

CURIOSIDADE: O bebê de 10 meses, 3ª semana – Como ele está cada vez mais crescido, já consegue segurar um copinho com tampa e beber sozinho. O único problema é a tendência a lançar o copo longe quando termina! Ele também já sabe pegar pedacinhos de comida para se alimentar sozinho. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Noites mal dormidas

3 comentários

Está rolando na Internet esta imagem que, para alguns, parece engraçada. Mas tenho certeza que esses "alguns" não têm essas terríveis noites sem espaço e, consequentemente, acordam moídos. Pois é, o que eu mais temia está acontecendo comigo. O meu marido, tentando ser um bom pai, com dó de deixar o Davi chorando no berço, tirou o costume do nosso filho de dormir em seu quartinho. Resultado, cada noite uma posição dessas da imagem, até que eu desisti diante de tanto desconforto e parti para o sofá.

Por experiência de família, isso é uma baita cilada! Os meus pais são grandes exemplos para mostrar como isso é furada. Começaram a dividir a cama com o meu rimão e a divisão se estendeu por 11 anos! Isso mesmo, até os 11 anos o meu rimão dormiu com os meus pais! Até que um dia a minha mãe descobriu que o cobertor dela que “chamava” o PH. Para resolver o problema, o meu rimão ganhou o cobertor e daí em diante passou a dormir em seu quarto.

Conselho? Papais, não façam isso jamais! Não fiquem com dó do pequeno por dormir sozinho, ou com o coração na mão por ele passar 6h ou 8h em outro cômodo da casa, cerca de 3m de distância de vocês. Uma vez mal acostumado, suas noites tranquilas ficarão cada vez mais distantes de vocês. 

Se o bebê tem um quartinho para ele, deve usá-lo desde o nascimento. Aliás, os primeiros dias são o segredo do negócio. O bebê vem ao mundo sem saber o que é dia e noite, onde e quando dormir, por exemplo. Então, é fundamental ensiná-lo desde o início.

CURIOSIDADE: O bebê de 10 meses, 2ª semana – Com esta idade, seu bebê já consegue ficar sentado com segurança e talvez até ande pela casa apoiado nos móveis. A maior aventura é soltar as mãos do apoio e treinar o equilíbrio por alguns segundos. Você vai perceber que o equilíbrio melhora quando ele está segurando alguma coisa na mão, ou quando "esquece" que não está segurando em nada. São os primeiros passos para a independência. A maioria dos bebês aprende a andar entre 9 e 12 meses, mas é absolutamente normal andar só com 1 ano e 3 meses. E há aqueles que só vão andar com 1 ano e meio. (Fonte: Baby Center)

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Ele é 1 em 100

3 comentários

Quantos de vocês já tinham ouvido falar em cardiopatia congênita antes de conhecer o Davi ou outra criança com o mesmo problema? Confesso que eu nem imaginava que isso existia. Esse é um dos motivos que a Associação de Assistência à Criança Cardiopata – Pequenos Corações, entidade sem fins lucrativos, trabalha arduamente. Além de ajudar famílias com crianças cardiopatas a terem acesso a tratamento adequado, a associação busca também apresentar à sociedade esse problema que não é tão incomum como imaginamos.

Hoje, fiquei revoltada com um atendimento. Estava à procura de uma clínica de fisioterapia para recuperar o atraso da parte motora que o Davi está sofrendo, devido ao tempo da última internação. Como ele ficou muito tempo deitado, retardou os passos que ele deveria dar antes de começar a andar – sentar, engatinhar, desenvolver os movimentos de reflexo com os bracinhos, levantar etc. Ele já está com 10 meses e ainda não senta por livre espontânea vontade, só se colocarmos na posição. Então, quando a atendente me perguntou o diagnóstico e eu comentei que o Davi é cardiopata entre a descrição da parte motora dele, ela me interrompeu: ele é cardiopata? Eu vou verificar se a Dra. atende, então! Ok, lá vou eu explicar que os atendimentos não terão relação nenhuma com a cardiopatia dele e que eu tenho encaminhamento médico.

Não foi a primeira vez que isso aconteceu comigo, mas até quando terei que explicar para um médico, por exemplo, o que é a cardiopatia do meu filho? Quem dirá à sociedade! Talvez tantas famílias não passariam por certos constrangimentos se o problema fosse divulgado, ou melhor, se o tema fosse incluído na Saúde pública. Muitas vidas podem ser salvas com o teste do coraçãozinho!

Mãezinhas, procurem e façam! Há milhares de famílias que não receberam o diagnóstico precoce e tiveram que correr contra o tempo para salvar os seus filhos, mesmo com todo o pré-natal em dia. Pensem!

A Pequenos Corações começou a atuar em Brasília no ano passado e está com um projeto maravilhoso para oferecer às famílias da cidade. Mas para colocar em prática, precisa de ajuda de voluntários.  Quer ajudar? Há várias formas! Uma delas é adquirindo o calendário anual, que está lindoooooo e é a principal fonte de renda da associação, por apenas R$ 10,00 (+frete). Quem tiver interesse, deixe o e-mail de contato nos comentários ou acesse o site da Pequenos Corações. Outra forma é indicar músicos ou contadores de histórias para alegrar os dias da criançada no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal. Ou ainda doar livros e brinquedos para montarmos uma brinquedoteca no hospital.

CURIOSIDADE:
O bebê de 10 meses – Seu filho continua aperfeiçoando seu poder de comunicação. Faz experiências emitindo novos sons e juntando sílabas. Para incentivá-lo, "converse" com ele, como se estivesse entendendo tudo o que diz. Trata-se de uma troca essencial, porque mostra à criança que a comunicação envolve dois lados e que tudo que ela diz afeta as outras pessoas. Mesmo que seu filho não seja dos mais tagarelas, ele provavelmente consegue mostrar o que quer apontando ou reclamando. Sempre que ele apontar, diga o nome da coisa que ele está pedindo, para incentivá-lo a associar a palavra ao objeto. (Fonte: Baby Center)

sábado, 7 de janeiro de 2012

Dentes, dentes, ahhhhh dentes

4 comentários

Quantas vezes já comentei sobre dentes aqui? Quatro? Pois é, pelo visto vou repetir o assunto por mais 26 vezes. O Davi já (ou ainda)está com seis dentinhos na boca, mas dá para multiplicar por 15 para vocês terem noção do nível de chatice que ele se encontra. Kkkkkkkkkk... 

Tadinho do meu pequeno, sei que deve ser insuportável a sensação de cada dentinho rasgar a sua gengiva. Lembro-me bem do meu sofrimento na época do siso. Mas haja paciência para aguentar tanto chororô, tanto dengo e levar mordidas no peito para aliviar o incômodo.

Como já mencionei outras vezes, o Davi não apresentou nenhum sintoma de dentição (febre ou diarréia), é SÓ a chatice mesmo. E com o dia a dia a gente vai descobrindo novos meios para amenizar o sofrimento. Os últimos “mordedores” que funcionaram foram a escova de dente, a colherzinha de silicone e, a mais nova descoberta, o biscoito de maisena. O Davi amou a bolachinha e é impressionante como o acalma.

Então, alguma sugestão para eu tentar quando as minhas opções não resolverem mais?

Vamos trocar figurinhas!

Ah! Hoje vou deixar os meus parabéns à minha amiga Tati que descobriu nesta semana a sua nova identidade – MAMÃE DA RAISSA! Não canso de dizer, aproveite muito essa fase maravilhosa, Tati. Tudo passa muito rápido e o barrigão deixa muita saudade!

CURIOSIDADE: O bebê de 9 meses, 3ª semana – Toda vez que você sai para trabalhar o bebê abre o berreiro? Calma, não há nada de errado com ele, esse apego todo com os pais é normal nesta idade. Ele não sabe se você vai voltar, e fica simplesmente apavorado com a perspectiva de a mãe sumir para sempre (quem não ficaria?). (Fonte: Baby Center)
 

Minha Vida em Semanas... Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez