quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Da série: Aquele momento chegou



Resultado de imagem para estrela cadente
Em uma tarde de sábado, a Alice estava assistindo ao filme “A Menina e o Porquinho” (sim, aquele da nossa infância – de quem é da minha época). Para quem não conhece, Fern, uma menininha fofa, é uma das poucas pessoas a perceber que o porquinho Wilbur é um animal muito especial. Com seu carinho e atenção, ela ajuda a tornar Wilbur, que era o menor dos irmãos, em um porco vistoso e radiante. Quando se muda para um novo celeiro, Wilbur faz amizade com a aranha Charlotte. Os laços de amizade dos dois fazem com que os demais animais vivam como se fizessem parte de uma família. Porém, quando surge a notícia de que Wilbur em breve seria morto para a ceia de Natal, Charlotte busca um meio de convencer o fazendeiro que ele merece ser salvo.


No decorrer da trama, Charlotte chega ao fim de sua vida. Antes de partir, ela sente e aproveita para se despedir de seu melhor amigo. Nessa parte, a Alice começou a chorar, muito emocionada, e perguntou: 

A – Mamãe, você vai morrer?

Eu – Sim, filha, todos nós vamos morrer.

A (chorando mais ainda) – E eu vou ficar sozinha?

Eu – Filha, não dá para saber como isso vai acontecer. Mas a gente pode pedir ao Papai do Céu para que isso demore bastante. Então, se você quiser casar e ter filhos, não ficará sozinha. Se não quiser, não tem problema, pois você sempre terá amigos, basta cultivar (já rolou conversa sobre isso), para nunca se sentir só. 

Claro que ela não se conformou. Refletiu por alguns minutos e, ainda chorando, insistiu:

A – Você vai morrer, mamãe?

Eu a abracei e disse – Filha, um dia a mamãe vai morrer sim. A vovó, o vovô, o papai, o titio... Todos vamos morrer um dia. Mas, se você acreditar, cada um que você ama muito virará a sua estrelinha especial e estará ao lado do Papai do Céu para te proteger.

Ela associou a estrelinha ao Davi automaticamente, pois eu sempre me referi a ele dessa forma, para manter a nossa história viva e buscando sempre respeitar a maturidade de entendimento dela. 

O choro só aumentava...

A – O Davizinho vai morrer?

Eu não tinha mais estrutura para segurar as lágrimas e desabei. Chegou o momento que ela finalmente entendeu que o seu tão amado irmãozinho faleceu.

Eu – Filha, o Davizinho morreu. Por isso ele virou a estrelinha que tanto amamos.

Antes disso tudo, eu estava me maquiando para sair. O rímel escorreu todo pelo meu rosto. O estrago pelo menos virou piada e deixou a situação mais leve.

Quando eu me vi no espelho, gritei – O QUE É ISSOOOO???

A Alice riu e se esqueceu daquela tristeza comum que a morte gera. 

A qualquer hora ela voltará ao assunto, de repente, do jeito criança de ser. Mas, acho que o pior já passou...

0 comentários on "Da série: Aquele momento chegou"

Postar um comentário

Gostou da publicação? Contribua ao blog com comentário, sugestões, críticas e/ou compartilhe a sua experiência.

ATENÇÃO: Caso dê problema para digitar o código do blog ao tentar postar um comentário, use a tecla TAB para abrir o espaço para digitar.

Obrigada!

 

Minha Vida em Semanas... Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez