terça-feira, 19 de março de 2013

Daniel: todos têm e podem ser


“Problemas. Quem não os tem? Quem nunca passou por algum? Todos nós já passamos por diversas situações pelas quais nunca desejamos. Alguns desfalecem, outros passam cantando, outros suando... o que os diferencia é a SUA ESCOLHA!” 
(Narciso Junior e Cynthia Juliana – pais de um pequeno grande guerreiro, Davi Guilardi, que luta contra o câncer)


Igrejinha (by Eliene Oliveira)
Antes de tudo, quero agradecer a todos que compareceram à missa divina de 2 aninhos do Davi, ontem (18), na Igrejinha Nossa Senhora de Fátima. Muuuuuuuuuuito obrigada pelo carinho, pelas orações, pelos sorrisos, lágrimas, lembranças boas... Enfim, por toda a energia positiva que têm transmitido a mim e ao meu pitoquinho!
Singela lembrança
A mensagem de ontem foi a história de Daniel, um jovem anjo enviado por Deus para salvar Susana, uma bela esposa judia, acusada falsamente por libidinosos observadores escondidos. Enquanto ela tomava banho no jardim e ter mandado embora suas damas de companhia, dois dos anciãos secretamente a observavam. Quando ela estava voltando pra casa, eles a pressionavam e ameaçavam alegar que ela estaria se encontrando com um jovem no jardim caso ela não concordasse em entregar-se a eles. Ela se recusou a ser chantageada, foi presa e estava prestes a ser executada por promiscuidade, quando Daniel interrompeu o julgamento, gritando que os dois anciãos deveriam ser questionados para prevenir a morte de uma inocente. Assim, encontrando divergências nos depoimentos dos anciãos, Daniel conseguiu salvar Susana da morte.

Como sempre, a homilia do diácono Alfredo foi intensa e completa, mostrou que todos nós temos, já tivemos ou teremos um Daniel em nossas vidas, basta você tirar as vendas de seus olhos para enxergar. Enquanto você se lamenta por determinada situação, você pode deixar escapar uma oportunidade de reverter a angustia. Já parou para pensar nisso?

Eu tenho um exemplo real, do meu Daniel – Davi. Na última cirurgia do meu filho, enquanto ele estava entubado, sem conseguir emitir qualquer tipo de som, quando eu entrava na UTI para visitá-lo, ele me recebia com uma gargalhada impagável. Enquanto isso, grande parte do mundo lá fora tinha dó do meu filho, tão “frágil”, e ao mesmo tempo se admiravam com a minha força. Muitos me perguntaram (e ainda me perguntam) como eu aguentava passar por tudo isso. Será que agora eu respondi? O fato é: eu gerei a vida de quem ME DEU VIDA! Quem de nós, aos 20, 30, 50, 80 anos seria capaz de derrotar todos os Golias que o meu Davi derrotou com menos de 1 aninho? E se conseguisse, será que viveria intesamente, como ele viveu? Sorrindo, transmitindo alegria e gritando ao modo dele, até o fim: VOCÊ TEM QUE CONTINUAR O QUE EU PRECISO DEIXAR!

Aos poucos eu encontro as respostas que na verdade nunca procurei. Afinal, nunca perguntei a Deus o porquê de ter levado o meu filho. Acredito em missão e a do Davi, apesar de breve, foi intensa e completa.

O meu outro Daniel, o diácono Alfredo (o mesmo que batizou o Davi, nosso celebrante oficial), passou três lições aos que assistiram à missa:
  1. Procure o seu Daniel;
  2. Adote como lema: "Ainda que eu atravesse o vale tenebroso, nada temerei, pois estais comigo" (Sl 22/23, 1-4);
  3. Seja a luz para alguém.

Deixo as mesmas lições para vocês!

Como já falei, os meus “Danieis” já enxerguei e sou eternamente grata a eles. Não poderia ter “Danieis” melhores!

Hoje eu já tive duas experiências que me fizeram sentir o Daniel de alguém. É gratificante, vale a pena!

Quanto aos seus problemas, insisto, não tema, você NUNCA estará sozinho (a). Eu escolhi enfrentar os meus cantando, mesmo suando. E você?


8 comentários on "Daniel: todos têm e podem ser"

Roseane Silva on 19 de março de 2013 22:38 disse...

"Encontro as respostas que na verdade nunca procurei"...

Como é bom chegar nesse ápice da sabedoria que Deus nos concede...realmente a vida fica mais bela em todos os sentidos, pois deixamos Deus guiá-las sabendo que TUDO tem um propósito debaixo do céu.

Também refaço diariamente a minha escolha de enfrentar com oração (e cantando! rs).

Que Papai do Céu continue no conforto do coração de vocês!

Beijuuuu mamãe Lynda!

Deborah Souza on 19 de março de 2013 22:41 disse...

Não é muito mais fácil vencer, amiga?! Rs...
Brigadãooo!!!
Bjão!

Cinzia on 20 de março de 2013 08:26 disse...

Amiga linda,
Que depoimento maravilhoso, emocionante. Sábias palavras... a cada dia você se supera mais e mais, nos ensinando tanto, nos ajudando tanto e muito mais. Obrigada.
E quero deixar bem claro que você é meu/minha Daniel rs. Você e o Davi com essa história linda de amor, de superação e muito mais, sempre estão me ajudando a ser uma pessoa melhor. Pois quero ser o Daniel da vida do meu filho, assim como ele também é pra mim junto com vocês.
A missa foi maravilhosa e não poderia ser diferente, sendo para quem foi, para o Davi. Ele merece. Com certeza está ainda mais radiante do que nunca.
Jamais vou cansar de agradecer a você... por tudo e tanto.
Você é um ser humano raro. Que Deus preserve você assim sempre. Te quero pra sempre na minha vida.
Beijão carinhoso.




Danielle Ribeiro on 20 de março de 2013 10:29 disse...

Amiga, foi um privilégio comparecer à missa do Davizinho. As palavras do diácono Alfredo tocaram nossos corações e nos emocionaram muito. Obrigada por deixar que façamos parte dessa história. A luta do seu Daniel é e sempre será um grande exemplo de superação para todos nós! Sou muito grata por ter em minha vida uma amiga tão especial como você!!
Beijos com muito amor,
Dani

Deborah Souza on 20 de março de 2013 12:36 disse...

Oh, amiga, que lindo! Eu que agradeço por todo o carinho de sempre. E não tenho dúvida de que vc é o Daniel do Lucas! Uma mãe tão linda e dedicada. A reciprocidade do amor de vcs é nítida! Parabéns!
Bjão!

Deborah Souza on 20 de março de 2013 12:38 disse...

Que bom que gostaram, amiga! Muito obrigada por tudo, presença, carinho, admiração e, principalmente, pela amizade valiosa!
Bjão!!!

Cintia on 20 de março de 2013 14:52 disse...

Nossa cunhadinha... vc sempre nos emocionando com suas palavras tão cheias de fé. A missa foi realmente linda e não poderia ser diferente. O Davi foi "Daniel" pra muita gente... pode ter certeza e vc tem dado continuidade a missão dele... isso é o mais importante. Te admiro muito e cada vez mais. Essa força que ele transmitia pra gente mesmo nos momentos mais difíceis, como os passados na uti; esses momentos é que me fazem querer ser uma pessoa melhor a cada dia. Nosso pequeno querreiro deixou uma linda lição pra todos nós e quero fazer por merecer o privilégio de ter o convivido com esse anjo. Amo eternamente.

Deborah Souza on 20 de março de 2013 18:26 disse...

Obrigada, cunhadinha!
Salve o nosso pequeno grande mestre!

Postar um comentário

Gostou da publicação? Contribua ao blog com comentário, sugestões, críticas e/ou compartilhe a sua experiência.

ATENÇÃO: Caso dê problema para digitar o código do blog ao tentar postar um comentário, use a tecla TAB para abrir o espaço para digitar.

Obrigada!

 

Minha Vida em Semanas... Copyright 2008 All Rights Reserved Baby Blog Designed by Ipiet | All Image Presented by Tadpole's Notez